Karl marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4820 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
KARL MARX (1818 – 1883)[1]

(a) Explicação preliminar
• O pensamento de Karl Marx – e de seus seguidores, o chamado “marxismo” – é complicadíssimo. Principal motivo: ele escreveu cerca de 30 mil páginas entre livros, artigos de jornais, cartas e textos políticos sobre conjunturas de países específicos. Essa obra “monumental” permitiu – e ainda permite – as interpretações mais variadaspossíveis e influenciou – e continua influenciando – centenas de milhões de pessoas em todo o mundo.
• O chamado “marxismo acadêmico” – das universidades, teórico, etc. – já começa, em geral, incorrendo num erro que o próprio Marx criticou: o mundo não precisa apenas ser interpretado, mas transformado de forma revolucionária. Quer dizer, seu pensamento, segundo ele mesmo, é para mudar o mundoe não apenas para debates acadêmicos. Tanto é assim, que ele produziu quase toda a sua obra “fora das universidades” – só na juventude estudou em universidades alemãs (Bonn e Berlim). O resto da vida – dos anos 1840 aos anos 1880 – passou fazendo política e escrevendo as tais 30 mil páginas.
• Explico isso, pois esta “apostila/roteiro” não vai seguir exatamente o livro indicado – “Um Toquede Clássicos”, embora o livro seja bom e muito interessante. O roteiro é um “complemento” ao livro, por assim dizer.

(b) Vida e obras
• A vida de Marx, ao contrário da de Durkheim – acadêmica, tranqüila e de elite francesa –, foi, como a sua própria produção intelectual, complicadíssima. Nasceu de uma família de pequena burguesia alemã – o pai era advogado –, uma espécie de “classe médiaalta” atual. Estudou em universidades e viveu como um jovem de “elite” até tomar contato com idéias radicais. Pouco depois, nos anos 1840, ele virou comunista. Mais à frente, o principal pensador comunista e referência para outros pensadores e para vários movimentos revolucionários. Por conta do seu radicalismo político, foi expulso da Alemanha (primeiro) e de outros países (depois), acabando pormorar definitivamente na Inglaterra até o fim da vida – seu túmulo é, inclusive, um local turístico em Londres. Casou com uma mulher de alguma posse, mas deu cabo das heranças dela e dele nessas idas e vindas. Por um tempo recebeu ajuda do seu grande amigo Friedrich Engels (1820 – 1895). Teve vários filhos e, na falta crônica de recursos, chegou a passar fome e perder filhos por causa disso – ouseja, uma vida materialmente dificílima.
• Obras principais: Crítica à Filosofia do Direito de Hegel (1843), Manuscritos Econômico-Filosóficos (1844), A Sagrada Família (com Engels, 1844), A Ideologia Alemã (com Engels,1846), Miséria da Filosofia (1847), O Manifesto Comunista (com Engels, em 1847/1848), A Luta de Classes na França (1850), O Dezoito Brumário (1852), Fundamentos da Crítica daEconomia Política (1857), Contribuição para a Crítica da Economia Política (1859), Salário, Preço e Lucro (1865), O Capital (sua maior obra, em 1867) e depois várias obras de política, economia, etc. complementando seu pensamento sintetizado em O Capital.

(c) As três fontes e as duas partes do pensamento de Marx
• Lênin (1870 – 1924), líder da Revolução Russa (1817), escreveu um textofalando das três fontes do marxismo. Segundo ele, são as seguintes (e todos concordam com isso mais ou menos): a) Filosofia alemã: idealismo de Hegel principalmente. Esse pensador achava que as idéias é que “comandam” o mundo e sua evolução histórica seguiu um processo “dialético” – idéias diferentes em conflito geram novas idéias e assim a civilização avançou das sociedades primitivas até o mundocontemporâneo (Estado moderno, capitalismo, etc.). Marx aceitou a idéia geral, mas disse que o conflito principal não era de idéias, mas de classes dominantes e dominadas, de “ricos” e “pobres”, ou seja, trocou o idealismo pelo “materialismo histórico”. b) Economia política inglesa: Adam Smith, Ricardo, etc. que explicaram os princípios gerais do capitalismo e “inventaram” a economia moderna nos...
tracking img