karl marx e max weber capitalistas

Páginas: 5 (1128 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
A Física do Desporto, em especial a Física do futebol, é uma área fascinante com um grande potencial pedagógico. Qual a criança que não sonha, um dia, vir a ser jogador de futebol? Tornar-se no novo Eusébio, Figo, Vítor Baía?... Ou não fosse o futebol o desporto-rei por excelência! Então, por que não utilizá-lo como estratégia de motivação na aprendizagem de certos conteúdos da Física e, destemodo, contribuir para aumentar a eficácia do processo de ensino/aprendizagem? Eis aqui algumas sugestões de abordagem.
* Colégio de Monitores do Visionarium
omgeada@aeportugal.com


Num jogo de futebol, os jogadores exercem forças na bola que se detectam pelos seus efeitos, como deformação da bola, modificação do seu estado de repouso ou de movimento e variação da velocidade. Diz-se, então,que uma força é toda a acção capaz de modificar o estado de movimento de um corpo ou de lhe causar deformação. As forças traduzem a interacção entre os corpos e podem ser exercidas por contacto ou à distância. Quando o jogador dá um pontapé na bola, fazendo com que ela mude de direcção, aplica-lhe uma força de contacto, ou seja, há uma interacção entre o pé e a bola. Aqui, há a considerar duasforças iguais e opostas que constituem um par acção-reacção. Isto significa que as forças actuam sempre aos pares, ou seja, à acção do jogador sobre a bola corresponde sempre uma reacção igual e oposta que a bola exerce no jogador. 
Qualquer corpo oferece uma resistência à alteração do seu estado de repouso ou de movimento que se designa por inércia. Esta será tanto maior quanto maior for a massa docorpo. Assim, se chutarmos uma bola de futebol e uma pedra do mesmo tamanho com igual força, a bola irá atingir uma dada velocidade, enquanto a pedra pouco ou nada se moverá do seu lugar. Embora as forças exercidas sejam iguais, os seus efeitos são diferentes, porque a massa da pedra é maior do que a bola. A pedra resiste mais à alteração do estado de repouso, logo a sua inércia é maior, enquantoque a inércia da bola é muito baixa.
Quando se chuta uma bola, ela adquire uma dada velocidade. Então, porque será que a bola pára ao fim de algum tempo? A bola vai diminuindo lentamente a sua velocidade até parar devido ao atrito entre a bola e o chão. O atrito é uma força que se opõe ao movimento da bola devido à interacção desta com uma superfície. Quanto mais rugosas forem as superfícies emcontacto, maiores serão as forças de atrito. Se não existisse atrito, a bola mover-se-ia em linha recta com velocidade constante e não parava. As chuteiras dos jogadores têm pitões para aderirem bem à relva, que é uma superfície irregular. A rugosidade e a natureza da borracha permitem aumentar o atrito, tornando o movimento dos jogadores mais seguro. Quando andamos ou corremos é a força de atritoque nos empurra. Para nos deslocarmos, os sapatos exercem no solo uma força para trás. A força de atrito, que se opõe a este movimento, empurra-nos para a frente. Quando as solas dos sapatos são muito lisas e o pavimento é polido a força exercida pelo sapato para trás não faz surgir qualquer atrito e… escorregamos!
Uma bola em movimento no ar está sujeita a forças aerodinâmicas causadas pelapressão e viscosidade do meio, como a força de arrasto e a força de sustentação. A força de arrasto é a resistência que o ar oferece à passagem da bola, porém, ao contrário do atrito entre duas superfícies sólidas, a força de arrasto não é constante – ela depende da velocidade com que a bola se move em relação ao ar. A “crise do arrasto” é a súbita redução que a resistência do ar sofre quando avelocidade da bola aumenta além de um certo limite. A velocidade máxima que jogadores profissionais conseguem dar à bola é da ordem de 25 a 30 m/s, podendo atingir os 35 m/s. Portanto, a bola de futebol ultrapassa a velocidade de crise muitas vezes durante uma partida.
Por outro lado, devido às propriedades da força de arrasto, uma bola rugosa oferece menos resistência ao ar do que uma bola lisa. Este...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Karl Marx e max weber
  • Max Weber e Karl Marx
  • Max Weber e Karl Marx
  • Karl Marx, Max Weber ...
  • MAX WEBER E KARL MARX
  • Max Weber e Karl Marx
  • Karl marx e max weber
  • karl marx e max weber

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!