Karl marx marxismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (694 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Karl Marx
Marxismo
O marxismo se baseia no materialismo e o socialismo científico, constituindo ao mesmo tempo uma teoria geral e o programa dos movimentos operários. Em razão disso, o marxismoforma uma base de ação para estes movimentos, porque eles unem a teoria com a prática. Para os marxistas, o materialismo é a arma pela qual é possível abolir a filosofia como instrumento especulativo daburguesia (o Idealismo) e fazer dela um instrumento de transformação do mundo a serviço do proletariado (força de trabalho). Este conceito tem duas bases: o materialismo dialético e o materialismohistórico. O primeiro coloca a simultaneidade da matéria e do espírito, e a constituição do concreto por uma evolução concebida como “desenvolvimento por saltos, catástrofes e revoluções”, causando umaevolução em um grau mais alto, graças a “negação da negação” (dialética).
Marxismo na atualidade
A situação do marxismo no mundo contemporâneo é marcado por um estranho paradoxo. A influência dopensamento de Karl Marx sobre a realidade social atual parece mais forte do que nunca. Nunca se consagrou tantos colóquios, congressos acadêmicos, livros, artigos de revistas e jornais por ocasião docentenário da sua morte. Nunca tantos chefes de Estado e de governo, de partidos de massas por esse mundo fora, pretenderam se inspirar na sua obra. Mas, ao mesmo tempo, nunca se discursou sobre a "crisedo marxismo", seja sobre o seu "declínio irreversível" e sobre a sua "morte".
O marxismo sendo a unidade de dois movimento, um teórico, outro prático, é portanto em relação a esses dois aspectos queé necessário se esforçar em precisar sua atualidade. Por um lado, possui um aspecto rigorosamente científico, respeitando todas as leis inerentes a esse tipo de pesquisa. Marx sempre foi um sábio quedesprezou aqueles que escondiam ou falsificavam os fatos ou resultados de investigação, sob qualquer pretexto, incluindo o de "não desesperar Billancourt", quer dizer, de não desencorajar a classe...
tracking img