Kanban

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
KANBAN:

Sua aplicação como ferramenta gerencial do TPS para uma indústria automobilística.





Uelington Silva dos SantosRESUMO



O presente artigo tem como objetivo mostrar a importância do Kanban como ferramenta operacional, sendo um dos sustentáculos do Sistema Toyota de Produção, também conhecido como Lean Manufecturing. Essa filosofia gerencial foi desenvolvida pelos engenheiros da Toyota tendo a frente o Sr. Taichi Ohhno que o alicerçou sob dois pilares: JIT e Jidoka (mais conhecido como Autonomação). Em suaessência o TPS visa à eliminação completa do desperdício. E evitar o desperdício era o que as empresas japonesas mais almejavam logo após o fim da 2º Guerra Mundial, por conta da escassez de matéria-prima que assolou o país naquela época.

Hoje o discurso gerencial não mudou. A eliminação de tudo que não adiciona valor ao produto deve ser combatida, e por três motivos: o mercado mutante, acompetitividade elevada e as novidades tecnológicas, que obrigam as organizações a repensar de que forma podem reduzir seus custos com a produção, sendo o Kanban uma excelente ferramenta para alcançar esse resultado.

Por meio deste principio focamos o estudo da metodologia kanban aplicada em uma empresa automotiva, mais especificamente em sua área de montagem, descrevendo sua funcionalidade e suasespecificações.



Palavras-Chave: Kanban – TPS – Desperdício – Competitividade- Empresa Automotiva.






1. INTRODUÇÃO

A disciplina fez dos Japoneses um modelo para o mundo de como as empresas devem agir em um mundo cada vez mais globalizado e competitivo, e o Sistema Toyota de Produção é prova disso. Ele foi desenvolvido após a 2º Guerra Mundial e se tornou uma filosofiagerencial que transformou essa organização em uma das mais admiradas da atualidade.
Ele está alicerçado em dois pilares principais: Autonomação (Jidoka) e o JIT – Just-In- Time. O primeiro tem origem na maquina de Tear automática criada por Sakichi Toyoda que trabalhava de forma autônoma e identificava erros para não produzir fios defeituosos. Esse sistema trouxe economia e representou uma grandeevolução no processo produtivo, pois não prendia o operador a maquina na espera de algum problema. Já o Just-In-Time, que na sua tradução literal significa “Bem-a-Tempo” tem como objetivo a eliminação total do desperdício, por colocar no tempo certo, na quantidade certa e no local correto os materiais necessários à produção. Através de técnicas simples como o Poka-Yoke e o Kanbam (Esse último que seránosso objeto de artigo) eles conseguiram alcançar um patamar de alta produtividade e baixo desperdício. Porém, os empresários de outros países só conseguiram perceber os Benefícios do Sistema Toyota de Produção a partir da década de 70 com a crise mundial de petróleo.
Diversos livros abordam o tema, a exemplo de O Sistema Toyota de Produção – Além da produção em Larga escala (1997), e queapresenta em um modelo estruturado a visão gerencial do criador dessa filosofia, o Sr. Taichi Ohno. Outros autores também se debruçaram no tema e deram sua contribuição para explicar mais sobre esse sistema e as ferramentas que ele utiliza á exemplo de Reinaldo A. Moura com o livro Kanban – A simplicidade do controle da produção (1989).
Para que seja possível iniciar a dissertação sobre o Kanbam,precisamos antes entender o começo e os principais conceitos do TPS (Sistema Toyota de Produção). E isso será feito seguindo as seguintes linhas de raciocínio:
• Primeiro, faremos uma contextualização histórica da Toyota e do Japão, após a 2ª Guerra Mundial;
• Segundo, defende-se os Fundamentos do Sistema Toyota de Produção;
• Terceiro, apresenta-se o Kanbam, com suas vantagens e...
tracking img