Kanban

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1154 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Kanban

KANBAN

• Desmistificando JIT e
Kanban;

A Simplicidade
no
Controle das
Operações
Prof. Maurício Kuehne Jr.

• O Problema dos altos
estoques;
• O Sistema MRP
• Os desperdícios
1

Just in Time

2

Desperdícios

• A Filosofia “Just in Time”;

• Transportes;

–Desperdício é qualquer
coisa além do mínimo
necessário de recursos
para se produzir uma
unidade de determinado
produto.
Prof.Maurício Kuehne Jr.

Prof. Maurício Kuehne Jr.

• Tempo de Espera;
• Inspeção;
• Estoques...
3

Prof. Maurício Kuehne Jr.

4

•1

Objetivo do JIT

Ferramentas JIT
Troca
Rápida

Kanban

Layout

Pedidos em
aberto

Colaborador
multifuncional

Células

S

Início

5S’s

Lote=1

MPT

S

Fim

S

Qualidade
Assegurada

Resolva
5

Programação
tradicional

6

Prof. Maurício Kuehne Jr.

Programação
Tradicional•Alguém, em algum
lugar, em determinado
instante,longe do
mandava comprar as
peças.

Prof. Maurício Kuehne Jr.

unid.

Lote=1

Problemas

Prof. Maurício Kuehne Jr.

Red. 1

Onde colocar
tanto material??

7

Prof. Maurício Kuehne Jr.

8

•2

Desvantagens do
Método Tradicional

Programação
Tradicional

• É como se o estoque
empurrasse a produção

Prof. Maurício Kuehne Jr.

• Grandes instalações paraarmazenagem

9

Desvantagens do
Método Tradicional

Prof. Maurício Kuehne Jr.

10

Desvantagens do
Método Tradicional

• Controles mais difíceis
necessitando de ES

• Difícil balanceamento dos
estoques;
• Necessita de pessoas
especializadas;

Prof. Maurício Kuehne Jr.

11

• Colaboradores do
não estão inseridos no
processo

Prof. Maurício Kuehne Jr.

12

•3

História do Kanban

História do Kanban
Aidéia do Kanban
nasceu em 1953 em
uma pequena
indústria de
caminhões chamada

Após a 2ª guerra o Japão
verificou a necessidade de
melhorar sua produtividade
para baixar custos.

Toyota

TOYOTA
Prof. Maurício Kuehne Jr.

13

Prof. Maurício Kuehne Jr.

14

História do Kanban

História do Kanban

• Mercadorias distribuídas
em prateleiras;

• O empresário da Toyota,
em visita aos EUA
observou ofuncionamento
de um supermercado, nos
seguintes aspectos:

• Informações necessárias
em um pequeno cartão
• Mercadoria retirada pelo
próprio consumidor
• Reposição é feita de
acordo com a demanda

Prof. Maurício Kuehne Jr.

15

Prof. Maurício Kuehne Jr.

16

•4

Características do
K anban

História do Kanban

• O processo posterior deve
respeitar o processo
anterior

• Este executivo chamava-se
TaiichiOhno

• Qualquer retirada sem um
cartão Kanban será
proibida(puxar a produção)

• Ligou o processo a um
Kanban - Achou um bom
nome para o método
Prof. Maurício Kuehne Jr.

17

Características do
Kanban

18

Prof. Maurício Kuehne Jr.

Vantagens do Kanban
J Simples

• Qualquer produção que
seja maior que o número
de Kanbans será proibida

J Auto-Controlado

Hummm!!!
Funciona para
tudo?

JDesburocratizante
J Motivacional
J Limita Estoque
J Baseia-se na Demanda

real

Prof. Maurício Kuehne Jr.

19

Prof. Maurício Kuehne Jr.

20

•5

Ambiente K A N B A N
Ø Flexibilidade -tudo todo dia
Ø Lotes e prazos pequenos
Ø Qualidade Assegurada
Ø Trocas Rápidas
Ø Padronização
Ø Kaizen
Ø Células
Ø Manutenção corretiva nula
Prof. Maurício Kuehne Jr.

Kanban e os
Estoques
• No sistema tradiconal os
estoquesescondem os
problemas

21

Kanban e os
Estoques

22

Metodologia Kanban

• No sistema Kanban, devido
à redução dos estoques, os
problemas tendem a
aparecer

Prof. Maurício Kuehne Jr.

Prof. Maurício Kuehne Jr.

• Existem dois métodos:
–1 cartão
–2 cartões

23

Prof. Maurício Kuehne Jr.

24

•6

T É C N I C A S - MRP x
KANBAN

Quadro K A N B A N
PAINEL KANBAN
A

B

C

D

E

F

G

H

Prof.Maurício Kuehne Jr.

25

Prof. Maurício Kuehne Jr.

26

Cálculos do
KANBAN

Cálculos do
KANBAN

• Vamos rever velhos
conceitos:
–O TR engloba os ciclos de
fabricação mais os tempos
de Set-up.
–A D será diária ou semanal

Prof. Maurício Kuehne Jr.

27

Prof. Maurício Kuehne Jr.

28

•7

Cálculos do
KANBAN

Cálculos do K A N B A N

• QK - quantidade de peças em
cada contentor

• Seja: PR = D xTR
PR =...
tracking img