Kabbalah

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Seminário Teológico Episcopal Carismático
História de Israel 2012.2
Aluno : Mauricio Almeida Filho

Trabalho de pesquisa – Kabbalah
Cabala, ou kabbalah, é a filosofia esotérica judaica que visa conhecer a Deus, e significa recepção.
Figura [ 1 ] - 72 nomes do eterno e único Deus
De acordo com a sabedoria da kabbalah, a realidade consiste de duas forças, ou qualidades: o desejo de recebere o desejo de dar, também conhecido como o Criador. A sabedoria da kabbalah é uma ferramenta cientifica para estudar estas duas forças que são a fundação de tudo à nossa volta e possui as chaves dos segredos do universo e as chaves para os segredos do coração e da alma humana, além de explicar a complexidade do universo físico e meta físico. O mais antigo literário é “O Livro da Formação”, sendoque alguns judeus atribuem sua autoria ao próprio Abraão, outros a Sefer Yetzirah” considerado por datação de (pelo menos) antes do sec VI. Os estudantes da kabbalah se chamam maskilim (o iniciado).
Tudo começa em Ezequiel 1:1-28, onde temos que Ezequiel teve uma visão de Deus em seu trono nos céus, essa visão inspirou um grupo de judeus místicos que passou a estuda-la, tentando reproduzi-la apartir de meditações e transes esperando que a mesma pudesse os aproximar de Deus, tornando-os um só com Ele. Os primeiros místicos judeus usaram o nome Maasse Bereshit (Trabalho da Criação; inspirados no livro do Gênesis) e Maasse Merkabá (Trabalho da Carruagem; relacionado com a visão de Ezequiel), e mais tarde, provavelmente sob influência do gnosticismo, tomaram como nome Chokmá Ha-Emet(Sabedoria da Verdade).
Estes estudos se tornaram o modelo judeu de elevação mística evoluindo até a Kabbalah.
No sec II, época em que os judeus eram perseguidos por exercer a sua fé, apareceu o rabino Sefer Yetzirah que fugiu dos romanos e se escondendo numa caverna, passou a estudar a torah de forma mística, continuando os estudos dos judeus antigos, iniciando e dando forma maior a Kabbalah.
Commeditação profunda eles entram em transe hipnótico para reproduzir a visão de Ezequiel. Alguns leigos ou não puros de coração que tentaram praticar o ritual sem o aprendizado necessário, até enlouqueceram.
O livro da criação descreve como Deus criou o universo, já que Ele criou tudo com declarações, palavras e letras. (*)
Por exemplo, Com as letras alef, bet e nun que formam a palavra oban quesignifica pedra. Ao colocar estas letras nesta sequencia uma pedra se criou, e assim cada objeto do universo foi criado com letras e números.
No sex XII acharam o livro Zorah que tinha ensinamentos místicos, não se sabe quem é o autor mas alguns acham q foi também Sefer Yetzirah que escreveu na mesma caverna apesar de ter sido escrito em Aramaico e encontrado séculos depois.
Grandes partes ensinama interpretar cada caractere das escrituras dando-lhes outro sentido ou interpretação embora o judaísmo ortodoxo ache que a kabbalah não tenha significado histórico que deva ser considerado, outros teólogos judeus e não judeus, acham que o termo kabbalah pode ser usado para determinar o misticismo judaico após o sec XII, outros consideram ainda que este termo determina este misticismo desde o 1oséculo depois de Cristo (era comum).
Foi Lazar Gulkiwitsch que, a partir do séc XIX que passou a estudar a Kabbalah como mais que um sistema místico, um sistema racional de compreensão do mundo, do universo e da criação.
Por exemplo, a barba do rabino, é uma interpretação da kabalah que atrai sobre ele piedade baseado nas 3 virtudes de piedade superiores. Aqueles que deixam crescer a barba, Deusos julga com mais piedade e benevolência.
A kabalah não é algo que prevê o futuro, ela simplesmente explica como funciona o mecanismo de tudo que acontece no mundo e sua origem espiritual, lhe dando instrumentos para que você possa melhorar sua espiritualidade para fazer coisas boas e ser uma pessoa melhor.
Cada palavra tem um valor numérico. Por exemplo, no Genesis diz que "No princípio Deus...
tracking img