Kaaio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1034 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANSIOLÍTICOS
(sedativo, calmante,…)
INDICAÇÕES: - contenção química
- MPA
CLASSIFICAÇÃO:
1. Tranquilizantes Maiores: neurolépticos, ataráxicos. Psicolépticos, impregnantes, antipsicóticos e antizofrênicos.
- Derivados fenotiazínicos
- Derivados butirofenônicos
- Derivados tioxantênicos
- Reserpina
- Ortopramidas ou Benzamidas
2.Tranquilizantes Menores: ansiolíticos, calmantes, psico-harmonizantes, psico-sedativos, estabilizadores emocionais e tranquilizantes.
- Benzodiazepínicos (diazepam e clordiazepóxido)
- Propanodiólicos
- β – bloqueadores adrenérgicos
- Buspirona
BENZODIAZEPÍNICOS
(Diazepam e Clordiazepóxido)
Farmacocinética:
- V.O. (absorção rápida), I.M. (absorção irregular) ou E.V.(MPA)
- distribuição ampla (barreira hematoencefálica)
- biotransformação (formação de metabólitos)
- Excreção pela urina
Efeitos terapêuticos
- Ansiolítico
- Miorrelaxante
- Sedativo
- Anticonvulsivante
FARMACODINÂMICA
1. Ação direta sobre o Sistema Límbico
2. Moduladores do GABA
3. Pode promover ataxia e excitação. Além disso, em humanos, há relatosde amnésia e efeitos teratogênicos e carcinogênicos (fenda palatina)
4. Superdosagem: Antagonista aos benzodiazepínicos
FLUMAZENIL 0,05mg/kg em cães.
ANTICONVULSIVANTES
INDICAÇÕES: - Animais com convulsões
- Animais com alterações cerebrais (agressividade, síndromes
cerebrais,…)
MECANISMOS DESENCADEANTES:
1. Alteração na função damembrana neuronal (despolarização excessiva)
2. Queda nos níveis de neurotransmissores inibitórios (GABA)
3. Aumento dos neurotransmissores excitatórios (GLUTAMATO)
4. Alteração na concentração extracelular de Potássio e Cálcio




Quando usar um ANTICONVULSIVANTE???

A terapia anticonvulsivante é indicada quando o padrão ou a frequência das crises estiverem interferindo na vidado animal. É comum no início do tratamento, o animal ainda apresentar crises mas o proprietário deve manter o tratamento sem interrupções.
CLASSIFICAÇÃO DAS CRISES CONVULSIVAS:
1. CONVULSÃO GENERALIZADA BRANDA:
- Alteração motora (membros, mm pescoço e cabeça)
- Sem perda de consciência
- Pode ocorrer sialorréia e vômito
- Período Ictal: 1 a 10 min (pode chegar a 1h)
-Associada a epilepsia idiopática em Poodles, distúrbios metabólicos e tóxicos.
2. CONVULSÃO GENERALIZADA SEVERA:
- Crises Tônico – Clônicas ou “Grande Mal”
- Perda de consciência
- Sialorréia abundante, contrações mandibulares e da mm dos membros, pescoço e cabeça
- Pode ocorrer vocalização, micção e/ou defecação, dilatação pupilar e cianose
- Período Ictal: 30 a 90 seg./ Período Pós - Ictal: até 1 h.
- Ocorrem nos distúrbios metabólicos, tóxicos ou na epilepsia idiopática.
3. CONVULSÃO PARCIAL ou FOCAL:
(Infecção, Neoplasia, Trauma ou Injúria Metabólica)
a) Lobo Frontal ou Focal Motora (lado oposto)
b) Lobo Temporal ou Psicomotora (“corrida” agressiva)
c) Psíquica ou Occipital (alucinações – Schnauzers e Cocker Spaniels)
d) Parietal ouAutomutilação (cauda)
e) Sitema Límbico ou Hipotalâmica (s/ vômito ou diarréia)
[pic]
4. CONVULSÃO GENERALIZADA SECUNDÁRIA:
(Neoplasia, Encefalite, Intoxicação, Deficiência Nutricional e Distúrbios Metabólicos)
- Andar compulsivo em círculos
- Alto índice de recorrências
5. OUTRAS CRISES:
a) Ausências: perda transitória e rápida da consciência
b) Convulsões Mioclônicas:contrações breves e repentinas
c) Convulsões Clônicas: comum em gatos
d) Convulsões Tônicas: comum em cães com ou sem perda da consciência. Tonicidade muscular. Poodles, Dashunds e Terrier.
PRINCIPAIS ANTICONVULSIVANTES UTILIZADOS EM VETERINÁRIA:
BENZODIAZEPÍNICOS - DIAZEPAM
- Indicações: Anticonvulsivante de emergência (SNC + absorção rápida)
- Administração oral: absorção...
tracking img