Just in time e kanbn

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2641 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO




1 - INTRODUÇÃO 1
2.1 – JUST IN TIME 2
2.1.2 – O QUE É O JUST-IN-TIME? 2
2.1.2 – PARA QUE SERVE O JIT? 2
2.1.3 – COMO SURGIU? 3
2.1.4 – QUAIS OS OBJETIVOS? 4
2.1.5 – CARACTERÍSTICAS DO JUST IN TIME 4
2.1.6 – VANTAGENS E DESVANTAGENS DO JIT 6
2.2 - KANBAN 7
2.2.1 – DEFINIÇÃO 7
2.2.2 – PARA QUE SERVE 7
2.2.3 – COMO FUNCIONA 8
2.2.4 – VANTAGENS EDESVANTAGENS 8
2.2.5 – TIPOS DE PROCESSO 9
2.2.6 - CARACTERÍSTICAS 9
3 – CONSIDERAÇÕES FINAIS 11
4 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 12































1 - INTRODUÇÃO


Citaremos a seguir dois sistemas que contribuem e auxiliam no melhoramento de empresas em produção em serie ou montadoras, são eles o Just In Time e o Kanban.
Just In Time que visa omelhoramento contínuo dos processos de produção, e a melhoria da posição competitiva de uma empresa, visando os fatores como a velocidade, qualidade e o preço dos produtos.
O Kanban está relacionado com a utilização de cartões, para indicar o andamento dos fluxos de produção em empresas de fabricação em serie, onde permite controlar a produção com informações sobre quando, quanto e o queproduzir.































2.1 – JUST IN TIME




2.1.2 – O QUE É O JUST-IN-TIME?


O Just-in-time é uma proposta de reorganização do ambiente produtivo assentada no entendimento de que a eliminação de desperdícios visa o melhoramento contínuo dos processos de produção, é a base para a melhoria da posição competitiva de uma empresa, emparticular no que se referem os fatores com a velocidade, a qualidade e o preço dos produtos. 
O "JIT" é as iniciais de Just-In-Time/Total Quality Control, um método para gestão da produção. Como se pode perceber pela designação o controla da produção é feito enquanto o bem é produzido, e não no fim. Inclusivamente, o controlo é feito pelos próprios operários, como veremos mais adiante.
Como sesabe o Japão é pequeno, muito populoso e pobre em recursos. É por isso que o princípio base do JIT é evitar enormes armazéns de stocks e de peças defeituosas, poupando espaço e, ao mesmo tempo, todo um conjunto de recursos que têm que ser disponibilizados para manter esses armazéns.
Apesar de, segundo o JIT, se produzir uma pequena gama de produtos o crescimento alimenta a variedade. Umaempresa enriquece a produzir um determinado produto, mas depois pode montar outra fábrica e produzir outro produto. E então o sistema de lotes perde a vantagem da variedade.





2.1.2 – PARA QUE SERVE O JIT?




Serve para auxiliar, reduzir estoques e custos decorrentes do processo de produção. Com este sistema, o produto ou matéria-prima chega ao local de utilização somente nomomento certo em que for necessário, os produtos são fabricados ou entregues a tempo de serem vendidos ou montados, não existe estoque parado.




2.1.3 – COMO SURGIU?



O Just in Time surgiu no Japão, no princípio dos anos 50, sendo o seu desenvolvimento creditado à Toyota Motor Company, a qual procurava um sistema de gestão que pudesse coordenar a produção com a procuraespecífica de diferentes modelos de veículos com o mínimo atraso. Quando a Toyota decidiu entrar em pleno fabrico de carros, depois da Segunda Guerra Mundial, com pouca variedade de modelos de veículos, era necessária bastante flexibilidade para fabricar pequenos lotes com níveis de qualidade comparáveis aos conseguidos pelos fabricantes norte-americanos. Esta filosofia de produzir apenas o que o mercadosolicitava passou a ser adaptada pelos restantes fabricantes japoneses e, a partir dos anos 70, os veículos por eles produzidos assumiram uma posição bastante competitiva.
Desta forma, o Just in Time tornou-se muito mais que uma técnica de gestão da produção, sendo considerado como uma completa filosofia a qual inclui aspectos de gestão de materiais, gestão da qualidade, organização...
tracking img