Juri

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7549 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O conceito de motivação na psicologia
 
The concept of motivation in psychology
 
 
João Cláudio TodorovI, II, 1 ; Márcio Borges MoreiraI, II, III, 2
I Universidade Católica de Goiás 
II Universidade de Brasília 
II Instituto de Educação Superior de Brasília
 
 

RESUMO
O presente trabalho discute os usos do termo motivação na psicologia, apresentado resumida e superficialmente asorigens históricas da pesquisa da motivação humana e alguns problemas epistemológicos na conceituação de motivos. O presente trabalho traz ainda uma pequena amostra da variedade das definições de motivação encontradas nos compêndios de psicologia. São discutidos também os conceitos de ciência, psicologia e a questão das hierarquias nos motivos humanos, enfatizando-se a necessidade de reconhecer comorelevantes, no estudo da motivação, processos de interação: (1) como certos comportamentos, em determinadas condições, invariavelmente ocorrem depois de certas alterações no meio ambiente; (2) como certas alterações no ambiente, em determinadas condições, são seguidas por certos comportamentos e não por outros possíveis; (3) como certos comportamentos ocorrem ciclicamente, mesmo na ausência dealterações no ambiente; (4) como certos comportamentos, em determinadas condições, ocorrem mesmo na ausência de alterações no ambiente; (5) como certas alterações no ambiente passam a fazer parte de interações organismo-ambiente e outras não.
Palavras-chave: Motivação, Usos do termo motivação, Psicologia

ABSTRACT
This article discusses the uses of the term motivation in the psychological field,presenting, briefly and superficially, historical origins of human motivation research and a few epistemological problems related to conceptualization of motives. This article also presents a brief overview of the variety of definitions of motivation, found in psychological books and manuals. Also discussed are the concepts of science, psychology, and the issue about human motives hierarchies,emphasizing the need to recognize interaction processes as relevant in the study of motivation: (1) how certain behaviors, under certain conditions, invariably occur after certain environmental changes; (2) how certain environmental changes, under certain conditions, are followed by certain behaviors, not others that would be possible; (3) how certain behaviors occur cyclic, even in the absence ofenvironmental changes, (4) how certain behaviors, under certain conditions, occur even in the absence of environmental changes; and (5) how certain environmental changes happen to be part of organism-environment interactions, while others don't.
Keywords: Motivation, Uses of the term motivation, Psychology

 
 
Motivação3, assim como aprendizagem, é um termo largamente usado em compêndios depsicologia e, como aprendizagem, é usado em diferentes contextos com diferentes signifi-cados. O mesmo autor pode empregar o termo de maneira diversa num mesmo parágrafo. Vernon (1973) faz isso logo na primeira página do primeiro capítulo de seu livro “Motivação Humana”:
“A motivação é encarada como uma espécie de força interna que emerge, regula e sustenta todas as nossas ações mais importantes.Con-tudo, é evidente que motivação é uma expe-riência interna que não pode ser estudada diretamente”.(Vernon, 1973, p.11).
Na primeira sentença do trecho citado, motivação é uma força sem que se especifique de que natureza. Logo a seguir, motivação é uma experiência interna, algo que sentimos e ninguém podem observar. No uso comum, o leigo costuma utilizar esses dois significados como doisaspectos de um mesmo fenômeno. Motivação é uma força interna que nos leva a agir, e por ser interna só nós mesmos a podemos sentir. O uso técnico/científico do conceito é bem mais diversificado, por razões que exporemos a seguir.
Um outro exemplo interessante de como o termo motivação pode assumir diferentes significados em um mesmo texto está em Bergamini (1997):
“Se, no início do século, o desafio...
tracking img