Jung e os conceitos básicos da psicologia analítica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4680 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Jung e os conceitos básicos da Psicologia Analítica

A história da Psicologia desenvolvida por Carl Gustav Jung
Psicologia Analítica foi o nome escolhido por Jung para abarcar todo o seu sistema teórico. Os termos ou nomes adotados por ele para discriminar seus conceitos, têm perfeita conexão com o fato ou com o aspecto analisado em si, são termos que carregam e explicam o seu próprioconteúdo.
Jung foi sujeito de suas próprias experiências no que se refere à investigação do inconsciente. Tudo o que ocorria com ele, incluindo sonhos, fantasias, intuições, etc., que para a maioria das pessoas passaria despercebido, era para Jung uma fonte de pesquisa e análise.
Foi médico e psiquiatra; nasceu na cidade de Keswill, na Suíça em 26/07/1875 e viveu até 06/06/1961.
Foi buscar base parasuas idéias na Alquimia, na Mitologia, nos povos primitivos da Ásia, África e Índios da América do Norte. Visitou, entre tantos lugares, a Índia em busca de respostas para suas dúvidas.
Filho de religiosos, seu pai era pastor luterano, desde cedo teve contato com a idéia de um Deus e bem cedo começou o questionamento sobre a origem e a finalidade da vida humana, perguntas para as quais não obteveresposta através de seu pai, nem tão pouco nos livros religiosos e escritos da época.
Jung aproximou-se da filosofia e religiões orientais e encontrou ressonância nos simbolismos destas culturas na compreensão do desenvolvimento humano. Introduziu uma nova maneira de praticar a psicologia clínica, uma nova visão de mundo e do homem. Salientava que o homem deveria ser visto por inteiro, ou seja,como um todo; pertencente a uma comunidade, num determinado momento, não poderia, portanto, ser visto, dissociado do seu contexto social, cultural e universal.
Jung e Freud mantiveram contato durante algum tempo, mas Jung não aceitava as insistências de Freud, de que as causas dos conflitos psíquicos envolveriam algum trauma sempre de natureza sexual. Freud, por outro lado, não admitia ointeresse de Jung pelos fenômenos espirituais como fontes válidas de estudo em si. Ocorreu então o rompimento entre eles e Jung teve que alçar vôo sozinho em busca de respostas para si mesmo e, de certa forma, para provar que suas idéias eram válidas.
O ponto crucial do desentendimento entre ambos foi ponto de partida para Jung. Enquanto a teoria de Freud busca as causas, a de Jung busca a direção, afinalidade. Enquanto para Freud a libido é somente sexual, para Jung a libido é toda a energia psíquica. A idéia Junguiana de libido aproxima-se bastante da concepção de vontade, sendo um instinto permanente de vida que se manifesta pela fome, sede, sexualidade, agressividade, necessidades e interesses diversos.

Estrutura da Psique: Consciente e Inconsciente
O consciente é a área da psiqueonde se desenrolam as relações entre os conteúdos psíquicos e o ego, que é o centro do consciente. Para que um conteúdo se torne consciente terá que passar pelo ego. Conteúdos que não se relacionam com o consciente são do domínio do inconsciente e é o consciente quem processa o conteúdo que vem do inconsciente.
O inconsciente na psicologia junguiana é classificado de duas formas: inconscientepessoal e inconsciente coletivo.
O inconsciente pessoal é aquela camada mais superficial de conteúdos, que se acha próximo ao consciente. Correspondem àqueles aspectos que em algum momento do desenvolvimento da personalidade não foram compatíveis com as tendências da consciência e foram, portanto reprimidas. É formado por acontecimentos que foram extraídos da consciência e também por possibilidadesque não foram conscientizadas e que podem contribuir para o nosso crescimento.
O inconsciente coletivo é a camada mais profunda da psique e constitui-se dos materiais que foram herdados da humanidade, pois Jung acredita que nascemos com uma herança também psicológica que se soma à herança biológica. É nesta camada que existem as imagens comuns a todos os seres humanos. A existência do...
tracking img