Jung psicologia analitica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO



INTRODUÇÃO ....................................................................................02

1. VIDA E OBRA .....................................................................................03

2. DIFERENÇAS ENTRE FREUD E JUNG ............................................04

3. MODOS ASSOCIATIVOS E COMPLEXOS........................................05

4. IMPORTÂNCIA DO INCONSCIENTE .................................................07

1. Inconsciente Pessoal .....................................................................07

2. Inconsciente Coletivo .....................................................................07

5. SÍMBOLOS.........................................................................................08

6. ARQUÉTIPO .......................................................................................09

7. ANIMA E ANIMUS ..............................................................................10

8. SELF ...................................................................................................11

CONSIDERAÇÕES FINAIS................................................................12

REFERÊNCIAS ...................................................................................13



































INTRODUÇÃO

O conjunto das obras de Carl Gustav Jung revelou o pensamento de um autor que não ignorava nenhuma possibilidade de estudo das faculdades mentais.
Estetrabalho retratará a vida e o desenvolvimento dos estudos de Jung que desenvolveram a formação da psicologia analítica.
















































1. VIDA E OBRA

Jung nasceu em 26 de julho de 1875, em Kesswil ,na Suíça. Era o único filho de um ministro de uma igreja evangélica reformada. A família estava mergulhada na religião.Seus playgrounds foram igrejas e cemitérios. Carl Gustav Jung foi uma criança melancólica, entretinha-se com os próprios jogos imaginários. Jung dizia que sua vida intelectual começou com um sonho, aos três anos de idade. Nesse sonho ele caiu num buraco no chão. O buraco dava numa sala imensa, com um tapete vermelho e um trono dourado no qual um ser estranho esta sentado. Esse ser era grande comoum tronco de árvore, mas carnudo (um falo). Então Jung ouviu sua mãe falar “isso é o devorador de homens” e subitamente ele acordou. Décadas mais tarde, Jung se deparou pela primeira vez com uma criativa e sombria força da natureza, o que mais tarde seria um tema central de investigação de Jung por toda sua vida.
Mas era por Deus que Jung se interessava. Deus o testava ao tentá-lo com pensamentospecaminosos indizíveis. Em vez de danação, Jung sentiu que essa visão era um ato de graça. Ele foi apresentado ao outro lado de Deus, ou a força misteriosa e sombria da natureza. Ele sentia que a vida tinha um mistério que regride no tempo até tempos distantes, e ele se pôs a tentar encontrar esse mistério. Outras experiências religiosas influenciaram Jung, vindas da mãe e do avô materno, quetinha contato com um mundo totalmente diferente do mundo espiritual. O contato com os espíritos era comum na tradição suíça. Essa influência dual, do protestantismo suíço, por um lado, e da espiritualidade dita pagã, por outro, repetia as bases da constituição do pensamento do homem ocidental (Greco-Romano e Judaico-Cristão), refletindo um dualismo no próprio Jung. Ele acreditava ter duaspersonalidades diferentes, que chamou “Número 1” e “Número 2”.
A personalidade Número 1 envolvia o mundo comum cotidiano. Ela podia apresentar explosões emocionais e parece infantil e indisciplinada. Mas também ambicionava sucesso acadêmico, ao estudar ciência e almejar um estilo de vida civilizado e prestigioso. A personalidade Número 2 era muito mais complicada, o “outro”, identificado com os mistérios e...
tracking img