Julian rotter

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (261 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Julian Rotter cresceu no bairro do Brooklyn, em Nova York. A família levou uma vida confortável até seu pai perder os negócios no inicio da Grande Depressão de 1929.Essa desastrosa mudança no cenário econômico marcou a guinada na vida de Rotter, na época com 13 anos. Ele declarou que "Essa experiência despertou minha eterna preocupaçãocom a injustiça social e proporcionou-me uma grande lição de como a personalidade e o comportamento são influenciados pelas condições situacionais" (Rotter, 1993, p.274).

Durante o ensino médio, Rotter descobriu os livros de psicanálise de Sigmund Freud e de Alfred Adler. Como brincadeira, começou a interpretar os sonhos doscolegas e resolveu que desejava se tornar psicólogo. Decepcionado ao descobrir a pouca disponibilidade de empregos para psicólogos, decidiu formar-se em química na BrooklynCollege. No entanto, ao ingressar na faculdade, conheceu, por acaso, Adler e resolveu afinal mudar para a psicologia, mesmo sabendo ser ela impraticável. Desejava seguir acarreira acadêmica, mas a discriminação contra os judeus frustrou suas expectativas. "Tanto na Brooklyn College como na pós-graduação fui alertado de que os judeussimplesmente não conseguiam obter posições acadêmicas, independentemente das credenciais. Os alertas se confirmaram" (Rotter, 1982, p. 346).

Depois de Obter o Ph. D. naIndiana University, em 1941, Rotter aceitou um emprego em um hospital de saúde mental em Connecticut. Serviu o exército americano como psicólogo durante a Segunda GerraMundial, lecionou na Ohio State University até 1963 e foi para a University of Connectcut. Em 1988, recebeu o Prêmio de Destaque pela Contribuição Científica da APA.
tracking img