Jougi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A IMPORTÂNCIA E A POLÊMICA DE DISVUTIR O USO DE CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS PARA FINS TERAPÊUTICOS

As células-tronco embrionárias (CTE) são definidas por sua origem, e são derivadas do estágio do blastocisto do embrião (1). A CTE é normalmente utilizada, em alguns países, a partir dos blastocistos gerados em clínicas de fertilização, onde o casal doa, para a pesquisa com fins terapêuticos,os blastocistos não utilizados para a fertilização in vitro.
A CTE apresenta grande plasticidade. A grande plasticidade das CTE deve-se ao fato do blastocisto ser capaz de originar todos os órgãos do corpo humano. Sendo assim, as CTE podem reconstituir qualquer tecido do organismo humano, comprovando que as CTE são as células que mais apresentam plasticidade. Devido a sua grande plasticidade, asCTE têm sido vistas como a melhor fonte de células reconstituidoras de qualquer tecido do corpo humano. As CTE têm sido usadas na reconstituição de tecido cardíaco em pacientes que sofreram infarto do miocárdio. O uso clínico das células-tronco embrionárias apresenta-se como a principal esperança da ciência no tratamento de diversas doenças neuromusculares degenerativas e de inúmeras outrasdoenças sem cura até o presente momento.
Devido ao fato de muitas pessoas considerarem que a vida humana começa no momento da concepção, inúmeros autores mostram-se contra a utilização das CTE e questionam a necessidade do uso das mesmas, sugerindo que as CTA (células-tronco adulta) poderiam substituí-las. Se as CTA apresentassem a mesma plasticidade das CTE, não haveria mais necessidade de usaressas últimas, evitando a polêmica em torno de seu uso na terapia regenerativa.
A polêmica em relação ao uso do blastocisto como fonte de células-tronco para fins terapêuticos baseia-se no fato dessas células serem ou não consideradas com o status de um ser humano, ou seja, se esse embrião já pode ser considerado como sendo uma pessoa ou não. A justificativa para a utilização do termo pré-embriãoé a de que inúmeros óvulos fecundados são eliminados naturalmente antes de se implantarem no útero. O termo embrião, portanto, seria aplicado apenas àqueles que já estivessem nidados no endométrio materno.
Parece que a pergunta mais importante é: quando o ser humano passa a existir como um indivíduo com direitos civis? Existem basicamente três linhas de pensamento para essa questão. Para os quepensam que a vida humana começa no momento da fertilização, o embrião tem os mesmos direitos que uma pessoa, é merecedor de todo respeito e deve ser protegido como tal, pois possui os mesmos direitos éticos e civis de qualquer ser humano. Os que consideram o embrião (ou pré-embrião) apenas como um conjunto de células, julgam que ele não merece nenhuma diferença de tratamento que qualquer outrogrupo celular. Há ainda quem se posicione de forma intermediária, defendendo que o pré-embrião, embora seja um organismo vivo, tem status especial, mas não tem o status de um ser humano, por isso não se justifica protegê-lo como a uma pessoa.
Outra questão polêmica e sem uma solução ainda clara é o destino que se dá aos embriões (ou pré-embriões) que estão congelados nas clínicas de fertilizaçãoe que não foram (ou não serão) utilizados pelos casais para a reprodução. Sendo que no Brasil o número de crianças carentes à espera de adoção é enorme, a primeira alternativa não tem sido vista como uma forma de solucionar o problema. Além disso, estipular um "prazo de validade" significa admitir que essas células não são adequadas para o implante intra-uterino. Sendo assim, proibir autilização, para fins terapêuticos, dos embriões congelados que serão (ou já estão sendo) destruídos, pode ser comparada à proibição de utilização dos órgãos de cadáveres para a doação. A doação de órgãos, quando ocorre a chamada "morte cerebral", é considerada como um ato altruísta e nobre em inúmeros países ocidentais. Se a morte encefálica é inquestionavelmente considerada como o fim da vida, muitos...
tracking img