Jornalismo

Páginas: 22 (5419 palavras) Publicado: 17 de março de 2014
O resgate da ética no fotojornalismo:
A banalização das imagens nos meios de
comunicação
Erivam Morais de Oliveira1
erivam.oliveira@gmail.com
Resumo
A fotografia começou a ser usada pelos jornais diários em
1904 com um atraso de mais de 20 em relação às revistas ilustradas. Quase um século após essa publicação e da
genial frase “Embora as fotografias não possam mentir, os
mentirosospodem fotografar”, proferida por Lewis Hine,
fotógrafo americano que denunciou a exploração do trabalho infantil em seu país, o conteúdo dessa afirmação perpetua no dia a dia do fotojornalismo mundial acompanhado de problemas éticos nas edições, cortes, manipulações e
adulterações - inclusive montagens nos meios jornalísticos,
mas nunca com tanta frequência como agora, resultados
dos avançostecnológicos, onde essa prática torna-se mais
fácil e comum, interferindo na credibilidade e destruindo a
memória do século XXI.
Palavras-chave: Fotojornalismo. Ética. Manipulação.
Mercado. Memória.

Graduado em Jornalismo; Especialista em Teoria da Comunicação Social - Cásper Líbero
e mestre em Ciências da Comunicação pela USP com a dissertação e documentário em
vídeo: Hércules Florence:Pioneiro da fotografia no Brasil (2003). Atualmente é professor e
pesquisador do Deptº Comunicação da UFV, vice-coordenador do curso de Jornalismo e
Coordenador dos Laboratórios de Comunicação. É autor de vários artigos e do livro Fotojornalismo - uma viagem entre o analógico e o digital (2009).
1

REBEJ – Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo
Ponta Grossa, v.1, n. 6, p. 59-81, dez.2009/mai. 2010.

59

Introdução
fotografia começou a ser usada pelos jornais diários em 1904, com a publicação
de uma foto no jornal inglês Daily Mirror, com um atraso de mais de 20 anos em relação às revistas
ilustradas, que já publicavam fotografias desde a década de
1880. Essa entrada da fotografia no jornalismo diário proporcionou uma mudança significativa na forma do público
se relacionarcom a informação, por meio da valorização
do que é visto. O aumento da demanda por imagens promoveu o estabelecimento da profissão do fotógrafo de imprensa, procurada por muitos a ponto de a revista Collier’s,
em 1913, afirmar: “Hoje em dia é o fotógrafo que escreve a
história. O jornalista só coloca o rótulo” (LACAYO; RUSSEL, 1990, p.31. apud SOUZA, 2000, p. 70).
Quase um século após a entradada fotografia no jornalismo diário e da genial frase “Embora as fotografias não
possam mentir, os mentirosos podem fotografar”, proferida por Lewis Hine, fotógrafo americano que denunciou a
exploração do trabalho infantil em seu país, o conteúdo
da afirmação está presente no dia a dia do fotojornalismo
mundial, juntamente com os problemas éticos de adulteração de imagem.
Os acontecimentosrecentes, envolvendo imagens manipuladas, revelam o sério problema que a falta de ética e de

A

REBEJ – Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo
Ponta Grossa, v.1, n. 6, p. 59-81, dez. 2009/mai. 2010.

60

escrúpulos pode acarretar na veracidade das informações
jornalísticas, descaracterizando o contexto real da imagem,
tornando-a mais atraente e sedutora ao público. Como no
caso dasimagens realizadas pelo fotógrafo Brian Walski do
jornal americano Los Angeles Times, que mostram um fuzil
apontado para um pai com uma criança no Iraque, resultado de fusão e manipulação em programa de tratamento de
imagem; ou, ainda, das fotografias do bombardeio de Beirute, no Líbano, produzidas por Adnan Haij, fotógrafo da
principal agência de notícias britânica, nas quais a fumaça
dafotografia original é ampliada, para criar mais impacto
na informação.
Edições, cortes e manipulações - inclusive montagens
(estas mais raras) - sempre ocorreram nos meios jornalísticos, mas nunca com tanta frequência como agora. Esses
fatos devem servir de alerta para que o respeito aos leitores e aos fotografados seja preservado, pois, com o avanço
tecnológico, essa prática torna-se mais...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • jornalismo
  • jornalismo
  • Jornalismo
  • JORNALISMO
  • Jornalismo
  • Jornalismo
  • Jornalismo
  • jornalismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!