Jornal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1178 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Governo do Rio nega que Maracanã será fechado após a Copa-2014

O governo do Rio de Janeiro garantiu, nesta segunda-feira, que o Maracanã, em reforma para a Copa das Confederações deste ano e para a Copa do Mundo de 2014, não precisará ser fechado para as obras para os Jogos Olímpicos de 2016.

Confira mais notícias da Copa do Mundo-2014
"O governo do estado do Rio de Janeiro esclarece que oestádio do Maracanã não será fechado para novas obras após a conclusão das que ocorrem atualmente e que deixarão o estádio pronto para receber a Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos, em 2016", informa nota divulgada pelo governo do Rio.

O comunicado do governo estadual é uma resposta a informações de que a reforma atual, no valor de quase R$ 1 bilhão, não atenderia a exigência do COI(Comitê Olímpico Internacional) em 39 aspectos, entre os quais as dimensões dos túneis de vestiário e a resistência da cobertura.

"O governo do Estado mantém contato constante com o Comitê Rio 2016 e há entendimento entre tais autoridades para a preparação adequada para a realização dos Jogos Olímpicos. É preciso deixar claro que as exigências e padrões internacionais são observados nasintervenções. Há, porém, solicitações que, naturalmente, sempre são negociadas entre as partes de forma harmônica", esclarece o texto.

Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa, todos os requisitos esportivos para os Jogos Rio-2016 foram contemplados pelo governo do Estado na obra atual do estádio.

"Os projetos das cerimônias de abertura e encerramento, ainda não concluídos, serão elaboradoscom base nas instalações existentes do novo Maracanã. Eventuais adaptações ao estádio para as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Rio 2016 serão feitas, apenas, por meio de instalações temporárias", informa o comunicado.

A previsão é que o Maracanã seja reinaugurado no próximo dia 27 para um jogo festivo entre amigos de Ronaldo e Bebeto, membros do COL (Comitê Organizador Local).Apenas pessoas que trabalham na obra poderão assistir ao evento.

No dia 2 de junho, o estádio terá suas portas reabertas com um amistoso entre Brasil e Inglaterra. No mesmo mês, o local sediará três partidas da Copa das Confederações, entre elas a final.


Mídia

União estável de um homem com duas mulheres é reconhecida pela Justiça do Amazonas

A união estável simultânea de um homem comduas mulheres foi reconhecida pelo juiz de Direito da 4ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de Manaus, Luís Cláudio Cabral Chaves, esta semana. O processo é de 2008, iniciado quase dois anos depois do envolvido nos relacionamentos ter falecido.

Trata-se de uma decisão incomum nas Varas de Família.As duas mulheres, após a morte do companheiro, ficaram impedidas de receber os direitosprevidenciários e de resolver questões patrimoniais. A partir de agora, com a sentença transitada em julgado, as duas poderão requerer esse direito. A decisão também abre possibilidade para que outras famílias em situações semelhantes possam pedir esse direito na Justiça. Ainda cabe recurso da sentença.

Conceito ampliado

De acordo com o magistrado, que falou por meio da assessoria do Tjam, a ideiatradicional de família, para o Direito brasileiro, era aquela que se constituía pelos pais e filhos unidos por um casamento, regulado pelo Estado. "A Constituição Federal de 1988 ampliou esse conceito, reconhecendo como entidade familiar a união estável entre homem e mulher. O Direito passou a proteger todas as formas de família, não apenas aquelas constituídas pelo casamento, o que significou umagrande evolução na ordem jurídica brasileira, impulsionada pela própria realidade", explicou.

Ele disse ainda que a mesma realidade impõe hoje discussão a respeito das famílias simultâneas. "Deixar de reconhecê-las não fará com que deixem de existir. Não se pode permitir que em nome da moral se ignore a ética, assim como que dogmas culturais e religiosos ocupem o lugar da Justiça até porque...
tracking img