Jornais na ditadura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1632 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo
Estudo que busca compreender e abordar a história dos jornais brasileiros na época da ditadura e o contexto em torno do assunto. O papel fundamental que a impressa teve a partir de influência tanto a favor como contra a ditadura e seus antecedentes e suas consequências.
Palavras chave: História dos Jornais, O jornal no Brasil, papel da imprensa, Ditadura Militar, consequências daditadura.

Introdução
Este artigo tem como base explicar o papel fundamental que a impressa exerceu durante a ditatura militar brasileira, bem com suas consequências e afins.
Pretende-se com esse estudo abordar uma breve história da origem do jornal impresso no mundo e sua chegada ao Brasil, mais afundo saber como e o porquê os jornais na época da ditatura se comportaram tanto a favor contra aditadura militar.

1 Um breve resumo da história do Jornal impresso no mundo
Antes do jornal impresso as pessoas ficavam sabendo das notícias pelos representantes do governo que as declamavam em praças públicas. Eram geralmente notícias de guerra, do governo entre outras.
Mais só a partir da invenção de Johannes Gutenberg que criou a prensa, o que hoje conhecemos como imprensa pode seaperfeiçoar. A partir desse invento, a sociedade pôde ter meios de gravar notícias, informações, opiniões e consequentemente revolucionou o modo das pessoas se comunicarem no mundo moderno. O jornal é considerado o primeiro meio de comunicação de massa.
2 História do jornal impresso no Brasil
No Brasil a imprensa chegou com a vinda da família real portuguesa em 1808. O primeiro jornal impresso foi aGazeta do Rio de Janeiro que era um jornal oficial da corte portuguesa e, portanto só divulgava notícias relacionadas à corte. No entanto na mesma época um brasileiro exilado em Londres, criava o Correio Brasiliense, o primeiro jornal brasileiro fora do país. Era também a primeira publicação regular livre de censura em língua portuguesa. Enquanto a Gazeta dava ênfase às noticias da corte, O correioera um jornal voltado para atacar os defeitos da administração do Brasil. O jornal Correio Braziliense, editado hoje em Brasília, recebeu o nome como homenagem ao antigo periódico.
Apesar das transformações econômicas, sociais e políticas ocorridas no Brasil desde a chegada da família real, a situação da imprensa não se alterou antes de 1821. A censura à imprensa vigorava no país. Em 1821, devidoàs decisões da Corte portuguesa, as restrições à imprensa diminuíram, e uma imprensa política começava a surgir. No entanto, apesar de a liberdade de imprensa já estar garantida na primeira Constituição brasileira outorgada por D. Pedro I, em 1824, a censura à imprensa no Brasil terminou somente em 1827, ainda no Primeiro Reinado.
O desenvolvimento dos jornais no Brasil aconteceu gradualmente aolongo do tempo, os jornais eram desorganizados e isso impedia seu completo desenvolvimento, mais ao longo do segundo reinado começaram surgir jornais mais estáveis e estruturado e na segunda metade do século XIX, surgiram títulos mais fortes que mudaram de formato, incorporaram prelos mais modernos e instalaram-se em prédios construídos especialmente para abriga-los.
Com a construção deferrovias durante o Império até o início da República, a distribuição de jornais foi facilitada. Outro ponto positivo foi a implantação de linhas telegráficas, já que com elas as informações chegavam mais rapidamente às redações e cada vez mais os jornais foram se popularizando e conquistando mais leitores.
3 Os Jornais na Ditadura
Na história do Brasil não foram poucas vezes que os jornais impressosforam censurados. Em 1937 com o golpe de estado o governo criou o Departamento de Imprensa e Propaganda (Dip). Com o objetivo de censurar toda a produção jornalística, cultural e de entretenimento, produzir conteúdos e até mesmo controlar o abastecimento de papel, os profissionais da imprensa eram vigiados pela polícia, os jornais era submetidos à censura e obrigados a publicar propaganda...
tracking img