Jorge de lima

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (881 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Jorge Mateus de Lima nasceu no dia 23 de abril de 1893, no município de União dos Palmares, Alagoas.Aos 14 anos escreve o poema O Acendedor de Lampiões, que lhe dá fama. Em 1908, ingressou naFaculdade de Medicina da Bahia, porém graduou-se, em 19 de dezembro de 1914, pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. De volta a Alagoas, leciona história natural e literatura na Escola Normal. Nestemesmo ano, estréia na literatura com o livro de características parnasianas XIV Alexandrinos o que lhe valeu, mais tarde, o título de Príncipe dos poetas de Alagoas.
Casou em 5 de fevereiro de 1917,aos 24 anos, com Ádila, cunhada do capitão de corveta Luís Bezerra Cavalcanti, que comandava a Escola de Aprendizes Marinheiros, em Maceió. Com ela teve dois filhos: Maria Tereza e Mário Jorge.
Militouna política sendo eleito deputado estadual pelo Partido Republicano de Alagoas e presidente da Câmara por dois anos. Em 1930, transferiu-se para o Rio de Janeiro onde lecionou literatura brasileirana Universidade do Brasil e na Universidade do Distrito Federal. Depois do fim do Estado Novo (1937-1945) elegeu-se vereador no Distrito Federal pela União Democrática Nacional (UDN).
Embora Jorgede Lima tenha iniciado sua obra literária no estilo parnasiano, em meados do ano de 1927 a sua adesão ao modernismo é oficializada com a publicação d’O Mundo do Menino Impossível. Em contato com outrosautores regionalistas da época, inicia a produção de poemas em versos brancos e livres em contraposição à rigorosidade estética do Parnasianismo.
O contexto regionalista voltado à região donordeste passa a ser tema das obras do escritor. Não só pela posição geográfica deste local, mas pelos problemas advindos deste fato, refletidos na paisagem e na figura das personagens.
Logo após essa faseregionalista, Jorge de Lima volta-se à poesia cristã e, juntamente com Murilo Mendes, escreve um livro cujo lema era a restauração da poesia em Cristo, chamado Tempo e Eternidade (1935). Além...
tracking img