Johann joachin winckelmann

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1437 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SEMINÁRIO HISTÓRIA DA ARTE

Nome: Wagner Galesco


Johann Joachim Winkelmann (1717-1768)

Historiador de arte alemão e arqueólogo, que no início do "revival grego" exerceu profunda influência sobre o surgimento do movimento neoclássico no final do século 18. Winckelmann foi o fundador da arqueologia científica moderna e aplicou pela primeira vez as categorias de estilo de formasistemática na história da arte. Winckelmann cristalizou seu famoso conceito da essência da arte grega - "nobre simplicidade e grandeza silenciosa" (Edle Einfalt und stille Grösse) - em “Reflexões sobre a imitação de obras gregas em Pintura e Escultura” (1755).

"A beleza é um dos maiores mistérios da natureza." (Winckelmann, em A História de Arte Antiga, 1764)
Johann Joachim Winkelmannnasceu em Stendal, Prússia, na pobreza. Seu pai, Martin Winckelmann, era sapateiro, e sua mãe, Anna Maria Meyer, filha de um tecelão. Os primeiros anos de Winckelmann foram cheios de dificuldades, mas sua sede de aprendizagem empurrou-o motivou nos estudos. Mais tarde, em Roma, quando ele era um estudioso famoso, ele escreveu: "Tenho sido mimado aqui, mas Deus me devia isso, na minha juventude eusofri muito."

Aos 21 anos Winckelmann entrou na Universidade de Halle, onde estudou teologia. Ele ficou interessado em clássicos gregos já em sua juventude, mas ele logo percebeu que os professores não podiam satisfazer seus objetivos intelectuais neste campo. Enquanto em Halle, ele seguiu a palestras de Alexander Gottlieb Baumgarten, que cunhou o termo “estética”. Em 1740Winckelmann começou a estudar medicina em Jena. Entre as aulas e às vezes durante a elas, trabalhou como tutor de idiomas em Osterburg, onde ele aprendeu sozinho francês.

Em 1743 Winckelmann foi nomeado mestre de vice-chefe do ginásio de Seehausen, mas desde o início, ele sentiu que seu trabalho com crianças não era sua verdadeira vocação. Além disso, seu salário era tão baixo que eleteve que contar com os pais dos seus alunos para ter refeições gratuitas. "Sofri muito, mas nada superou a servidão em Seehausen." Associado ao reitor, ele foi obrigado a estar presente todos os domingos na igreja e listado para a pregação de Inspetor. Ao em vez de abrir o livro Salmo, ele lia Homero ou algum outro trabalho grego.

Incapaz de permanecer em Seehausen, Winckelmanndecidiu seguir um novo rumo em sua carreira. Em uma carta ao conde Heinrich Von Bunau ele reclamou: "... pouco valor é da à literatura grega, à qual me dediquei tanto quanto eu poderia penetrar, pois os bons livros são tão escassos e caros." Em 1748 Winckelmann foi nomeado secretário da biblioteca Bunau em Nöthenitz, perto de Dresden. A biblioteca continha cerca de 40.000 volumes. Winckelmann tinhalido Homero, Heródoto, Sófocles, Xenofonte e Platão, mas agora ele descobriu as obras de escritores do Iluminismo mais famosos como Voltaire e Montesquieu. Deixar para trás a atmosfera espartana da Prússia, foi um grande alívio para ele.

Winckelmann foi auxiliar de Von Bunau para escrever um livro sobre o Império Alemão-romano. Quatro volumes foram concluídos. Durante este período,ele fez várias visitas à coleção de antiguidades em Dresden, mas sua descrição das melhores pinturas foi deixada inacabada. Entre seus novos conhecidos foi o pintor Adam Friedrich Oeser (1717-1799), futuro amigo de Goethe, que incentivou Winckelmann, em seus estudos estéticos. Winckelmann viveu por dois anos na casa de Oeser.
Em 1754 Winckelmann juntou-se à Igreja Católica Romana, com aesperança de que a igreja iria financiar sua estadia na Itália. Goethe disse uma vez, que Winckelmann foi um pagão, e um piadista anônimo disse que "Winckelmann teria até se tornado um judeu, desde que o rito da circuncisão fosse realizado com uma faca grega, e recebido a promessa de ter permissão para fazer escavações em Olympia”. Pouco depois de chegar a Roma, Winckelmann obteve uma audiência do...
tracking img