Johann heinrich pestalozzi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1736 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Instituto de Ciências Humanas
Curso de Pedagogia - Manhã
Didática l




Edilene do Carmo Lima Barbalho










JOHANN HEINRICH PESTALOZZI





















Belo Horizonte

2012
Edilene do Carmo Lima Barbalho







JOHANN HEINRICH PESTALOZZI








Trabalho sobreJohann Heinrich Pestalozzi
apresentado como requisito parcial para aprovação na disciplina de Didática l do 2º Período do Curso de Pedagogia Manhã do Instituto de Ciências Humanas da PUC Minas BH.


Professor: Jurandir Soares











Belo Horizonte


2012



INTRODUÇÃO


Este trabalho tem por objetivogeral pesquisar e demonstrar a importância e a contribuição de Johann Heinrich Pestalozzi para a Educação, apontando as características do seu pensamento, pois conhecer os estudiosos da educação e o processo de aprendizagem dos alunos sempre ajuda o professor a refletir sobre sua prática e compreender o meio em que está inserido.
Especificamente espera-se apresentar um homem que não pode serapenas reconhecido como um grande pensador da educação, mas também um grande homem que trabalhou , se dedicou à criança e ao próximo e ainda como ele acreditava que a educação poderia mudar a condição do povo, lutando assim pela propagação da escola pública.
Necessita-se também que se entenda a importância da influência de Pestalozzi na educação, pois ele revolucionou a disciplinaescolar, substituindo a obediência pela cooperação entre professor e aluno além de perceber que uma teoria e uma prática, para serem adequadas na educação, devem ser vinculadas a uma ciência. A partir dele originou-se a educação infantil, propriamente dita.
JOHANN HEINRICH PESTALOZZI



[pic]



Johann Heinrich Pestalozzi nasceu em 1746 na cidade de Zurique, Suíça.
Criado pela mãee após a morte de seu pai, sua família sofreu com a pobreza. Sua orientação religiosa era protestante, mas sempre se considerou um cristão, não defendendo nenhuma religião.
Estudou na universidade Zurique, onde juntamente com o poeta Lavater uni-se a um grupo de reformistas participando de lutas políticas até 1781 quando morre o amigo e político Bluntschli, e ele abandona o partido paradedicar-se à causa da educação. Paralelamente Pestalozzi casa-se aos 23 anos com Anna Schulthess e compra terras para se dedicar a cultura de Rubia ( planta de onde se tira uma espécie de corante). Ele fracassa como agricultor e tem seu primeiro filho Jacob, três anos após seu casamento. Na sua casa na fazenda ele então criou uma escola para crianças pobres, onde encontraram escola e trabalhocomo tecelãs, aprendendo a se sustentar.
Anos após a escola por ele criada entrar em decadência, passa a trabalhar suas ideias em livros, entre eles "As Horas Noturnas de um Ermitão" (Die Abendstunde eines Einsiedlers –1780), contendo uma coleção de pensamentos e reflexões. A este livro seguiu-se sua obra-prima: Leonardo e Gertrudes ("Leonard und Gertrud" – 1781), um conto onde narra areforma gradual feita primeiro numa casa, depois numa aldeia, frutos dos esforços de uma mulher boa e dedicada. A obra foi um sucesso na Alemanha, e Pestalozzi saiu do anonimato.
Após os 50 anos ele volta a lecionar e cuidar dos órfãos da batalha de Stans, na verdade, ele as reensina a viver, e em seguida nas escolas de Burgdorf e Yverdon. Nesta última, que existiu de 1805 a 1825, Pestalozzilecionou para estudantes de várias origens e comandou uma equipe de professores. Devido a divergências entre eles a escola fechou. Yverdon projetou o nome de Pestalozzi no exterior e recebeu visitas de grandes educadores da época.
Ele pregou a democratização da educação, influenciando assim os governantes de seu país, fazendo com que esses passassem a se interessar pela educação das crianças...
tracking img