Jesus palavra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1607 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma vez que Jesus se posicionou para cumprir a vontade do Pai, inimigos e situações precisaram ser vencidos por Ele (Mt 27.33-44). O cumprimento do propósito na vida de Jesus exigiu d’Ele uma atitude diante das oposições.
O grande propósito de Deus é Cristo sendo formado e expresso em nós, o Seu povo. Em Gn 1.26 e 2.3, vemos que a verdadeira obra de Deus é o homem conforme Sua imagem esemelhança. A palavra “obra”, em Gn 2.2, é “mala’kah” e significa “ocupação, trabalho, negócio, obra”. Ela deriva, porém, da raiz “mal’ak” que significa “mensageiro, representante, anjo”. Podemos concluir então que a “obra” que Deus concluiu e que O fez descansar é o homem à sua imagem e semelhança.
O apóstolo Paulo orava e buscava o propósito do Senhor na obra que realizava: “Meus filhinhos, por quem denovo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós” (Gl 4.19). Da mesma maneira, hoje somos chamados a cooperar até que Cristo seja plenamente formado em nós. Esse é o grande propósito de Deus em nós, o que nos fará vencedores naquele dia.
Na passagem de Mateus 27.33-44, Cristo está para concluir a restauração do grande propósito de Deus na terra, que é ter novamente o homem à suaimagem e semelhança e abrir a porta para que todos os demais sigam o mesmo caminho. Como Cristo enfrentou as oposições para que o propósito do Pai se cumprisse n’Ele, nós temos que enfrentá-las também.

1. O preço de negar o alívio fácil (Mt 27.34)

Jesus não aceitou o anestésico, o vinagre com fel que ofereceram a Ele, porque estava decidido a pagar o preço de uma maneira absoluta. Se quisermoscumprir o propósito de Deus em nossas vidas, temos que nos dispor a fazê-lo de uma forma absoluta. Quem quer negociar nunca pagará o preço.
Você quer ser feliz, mas não quer fazer a vontade de Deus. Quer ter sucesso em sua vida sentimental, mas não quer romper o relacionamento com pessoas que não nasceram de novo ou que não têm temor de Deus. Quer ser feliz no casamento, mas se nega a lutarpela restauração do mesmo perdoando, orando e jejuando por seu cônjuge. Quer prosperar, mas não quer estudar, trabalhar, dar o dízimo e viver uma vida de generosidade. Você quer ser transformado à imagem e semelhança de Deus, mas se nega a ler a Bíblia, estudar a palavra, fazer o Cursão, o CTL, o Seminário. Você quer ver o Espírito Santo mover em todas as áreas de sua vida, mas se nega a tomar a suacruz e permanecer nela, que é a chave da vitória.

2. O preço de ser exposto (Mt 27.35)

Jesus foi despido. Sua dignidade foi roubada e sua vida exposta. O preço do crescimento passa pela exposição da luz de Deus. Você nunca crescerá sem que primeiro conheça suas falhas e seja levado pelo Espírito Santo a um profundo arrependimento e clamor por mudança, a fim de se tornar o que Ele é. Somentedepois que a luz foi criada em Gêneses, é que Deus pôde fazer as demais coisas, inclusive o homem. A luz nos expõe e nos leva ao vexame. As pessoas vão nos desprezar por saber a verdade sobre nós e nós mesmos ficaremos profundamente frustrados conosco, mas é ai que Jacó é transformado em Israel. Você nunca será um príncipe sem que antes descubra que é um sapo.

3. O preço da acusação e zombaria(Mt 27.37)

Aquilo que cremos será o motivo da nossa acusação. Jesus foi acusado e zombado pela verdade que Ele cria e vivia. No momento em que assumimos definitivamente nossa identidade de filhos de Deus, tornamo-nos motivo de zombaria e acusação por nossos atos. Você nunca alcançará o propósito se não viver o que crê. Independente do que vai lhe acontecer ou do que os homens dirão, vivabaseado no que você crê.

4. O preço de ser comprado e rebaixado ao nível dos piores (Mt 27.38)

Jesus foi contado entre os malfeitores, foi crucificado entre dois ladrões. Escutamos muitas vezes: “Todo pastor é ladrão e todo crente é tapado e ignorante”. Nós crentes, somos tidos como o povo mais baixo, contado entre os piores. Você terá que optar por perdoar os ignorantes, arrogantes, soberbos...
tracking img