Jean jacques rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (972 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Neste trabalho, procuramos comentar um poco sobre Jean Jacques Rosseau, que foi um dos mais considerados pensadores europeus no século XVIII. Sua obra inspirou reformas políticas eeducacionais, e tornou-se, mais tarde, a base do chamado Romantismo. Formou, com Montesquieu e os liberais ingleses, o grupo de brilhantes pensadores pais da ciência política moderna. Em filosofia daeducação, enalteceu a "educação natural" conforme um acordo livre entre o mestre e o aluno, levando assim o pensamento de Montaigne a uma reformulação que se tornou a diretriz das correntes pedagógicasnos séculos seguintes.É um dos precursores da Educação moderna, com sua obra “Emílio’’, onde se encontram muitas coisas boas e más.Afirma que o maior trabalho do educador será não interferiri para nãoimpedir o livre desenvolvimento da natureza na criança.Isso está errado.A escola deve deixar o aluno ensaiar, pesquisar,achar, porque é assim que o espírito se desenvolve.O papel do mestre não écomunicar o saber, mas fazer com que o aluno descubra o saber.E isso esta sertíssimo.
Falaremos do seu ponto de vista em relação a filosofia educacional.













INFLUÊNCIA NA EDUCAÇÃORousseau combateu idéias que prevaleciam há muito tempo. Entre elas, a de que a teoria e a prática educacional, junto à criança, deviam focalizar os interesses do adulto e da vida adulta. Ele tambémchamou a atenção para as necessidades da criança e as condições de seu desenvolvimento.
Sua proposta tem interesse tanto pedagógico quanto político e, nesse sentido, propunha tanto uma "pedagogia dapolítica" quanto uma "política da pedagogia". Um dos instrumentos essenciais de sua pedagogia é o da educação natural: voltar a unir natureza e humanidade. A família, vista como um reflexo do Estado éoutro dos elementos centrais de sua pedagogia.
Os pressupostos básicos de Rousseau com respeito à educação era a crença na bondade natural do homem, e a atribuição à civilização da responsabilidade...
tracking img