Ira x inglaterra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4102 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Origem do Conflito

A história da Irlanda remota ao século IV a.C. quando tribos celtas de origem gaulesa se estabeleceram na ilha e fundaram a civilização Gaélica.
A ilha foi cristianizada por São Patrício, entre os séculos III e V, o que fez com que a região se tornasse uma das mais avançadas da civilização européia
Antes de 1169, a ilha havia sido um país tribal e bárbaro, pois durante oséculo VIII a região foi invadida pelos Vikings que começaram a saquear os monastérios irlandeses. Acabaram instalando-se no país o que ocasionou a formação de alianças com os chefes e famílias locais. Fundaram então Dublin, que no século X era somente um pequeno reinado Viking.
A ilha começa a ser conquistada pela coroa inglesa, em 1169, tomando Wexford e Dublin facilmente. O rei inglês HenryII é reconhecido pelo Papa como Lorde da Irlanda, e toma a cidade de Waterford, declarando-a como cidade real. Os lordes ingleses instalaram sua base de poder na Irlanda, sem permitir o controle da Inglaterra.
Com esse fato percebe-se que o que estava em questão era o aumento do poder real com a conquista de mais territórios e não uma questão religiosa, pois nessa época o protestantismo ainda nãohavia sido estabelecido, sendo que dessa forma, a nobreza irlandesa tornava-se vassala do rei e consequentemente passava a lhe dar benefícios, tanto em gêneros, como em tributos ou inclusive em homens para a formação de exércitos.
Apesar de entrar para a história como Rei da Inglaterra (título que conquista de fato), Henrique II era, na verdade, de sangue normando – os normandos eram parentesdos mesmos vikings que aterrorizaram a Irlanda, mas que haviam se estabelecido no norte da França, na região que passou a ser conhecida como Normandia (terra dos normandos). Um século antes de Henrique II, sob o comando de William, “o Conquistador”, os normandos subjugaram os ingleses e fizeram da Inglaterra uma extensão de seu reino na Normandia. Tecnicamente falando, Henrique II enquanto “Rei daInglaterra” era, também ali, um invasor, um forasteiro, cuja lealdade estava muito mais voltada à Normandia do que à Inglaterra.
Então, em 1175, o rei impõe seu poder através do Tratado de Windsor, através do qual passaram a valer as leis inglesas para a Irlanda.
O país fica sendo, portanto, uma área de irlandeses e ingleses que se estabeleceram dispersamente por várias regiões.
Desde oprincipio, manisfestaram-se profundas diferenças de temperamento entre os irlandeses e os ingleses, diferenças exarcebadas pela divergência de língua e que se tornaram ainda mais acentuadas depois da Reforma Protestante, iniciada em 1534, pelo rei Henrique VIII, quando ele rompe com o Vaticano e estabelece, posteriormente na ilha, a religião protestante. Os ingleses fizeram-se protestantes, porém osirlandeses permaneceram católicos, preservando sua identidade nacional.
O domínio inglês na Irlanda foi, desde o principio, uma guerra civil intermitente, devido os conflitos de línguas e das leis de terra de herança dos dois povos.
Com a Guerra dos Cem Anos (1337 – 1453) e a Guerra das Duas Rosas (1455 – 1485), o domínio da Inglaterra sobre a Irlanda retraiu-se.
Posteriormente, parafortalecer a presença inglesa no país irlandês foi inserido o sistema de plantations (exploração das terras pertencentes aos irlandeses, mas cedidas aos senhores ingleses), foi uma política intensificada no reinado de Elizabeth I (1558 -1603) o que ocasionou o início da exclusão dos católicos da vida pública, provocando as primeiras revoltas dos irlandeses, duramente reprimidas pela rainha anglicana eabsolutista que acabou os despojando de suas terras tornando propriedades de colonos ingleses.
Em 1534, passa a valer o Ato de Supremacia, ou seja, A Igreja Anglicana, criada pelo próprio rei no contexto da Reforma Protestante, é reconhecida pelo Parlamento como Igreja Oficial do Estado.
O poder dos ingleses se consolidou com Henry VIII e Elizabeth I. A partir daí é que o conflito passa a ter...
tracking img