Ipo all

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (748 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
No primeiro semestre de 2004, houve uma grande procura pelas empresas sem ações
listadas em bolsa por ofertar suas ações ao público, sendo que esta procura foi acima do
padrão dos últimos anos emnúmero e, principalmente, no volume emitido.
Uma IPO, principalmente num mercado como o Brasil, onde estas têm ocorrido muito
ocasionalmente, chama a atenção dos investidores pela expectativa criada arespeito da
possibilidade de ganhos de curto prazo que estas proporcionam.
Estes ganhos têm origem no chamado underpricing ou deságio, conforme definido por Leal
(1989) como a “diferença entre opreço de revenda de uma nova ação no mercado
secundário e o preço de aquisição da ação no mercado primário”, já Ritter (1986), define o
underpricing como a prática de lançar as ações de uma empresa aum preço abaixo do valor
justo, sendo estas definições equivalentes caso se considere que no mercado secundário o
preço praticado é o justo.

No caso da ALL, a oferta pública de ações era umobjetivo desde o início, em 2002. Por isso, antes da abertura de capital, seus diretores já faziam reuniões regulares com analistas e apresentavam relatórios financeiros públicos e bilíngües. Mesmo assim,depois do chamado IPO foi preciso estreitar os laços com o mercado. Sobretudo com os investidores internacionais. “A rotina de road shows (viagens em série para ‘vender’ a companhia) é uma coisamaçante, embora útil”, admite Hees.
Em 2004 lançou ações na Bolsa de valores de São Paulo e aderiu ao nível 2 de governança corporativa.
Recentemente a ALL adquiriu as malhas de Brasil Ferrovias eNovoeste e expandiu suas operações para Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
* Atualmente ALL possui 20.495 quilômetros de extensão incluindo 8.000 quilômetros na Argentina. (Ver Mapa da Malha da ALL).* A frota da empresa tem 960 locomotivas e 27.000 vagões.
* ALL abrange mais de 75% do PIB do Mercosul e 78% das exportações de grãos da América do Sul. (Lembrando que no 2005 Brasil e...
tracking img