Ipcc e outros textos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Correio Geográfico - Março 2007 - Número 15 - Projeto de Ensino de Geografia

O relatório do IPCC (e outras opiniões)
Talvez este não seja o ano mais quente da história dos registros de temperatura, mas certamente o relatório publicado em fevereiro pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) é o mais quente de todos os alertas climáticos produzidos pelos cientistas. Aconstatação de aumento nas concentrações atmosféricas de gases de estufa (especialmente dióxido de carbono, o CO2, metano, o CH4, e óxido nitroso, o N2O) não é nova. Também não é exatamente novo o reconhecimento de que as temperaturas globais conheceram aumento no século XX e, em particular, ao longo das últimas décadas. Corrigindo e completando dados divulgados em relatórios anteriores, o IPCC revelaque, no período de 12 anos entre 1995 e 2006, 11 anos estiveram entre os 12 mais quentes desde 1850, quando se iniciaram os registros térmicos de alcance global. Também informa que nos cem anos entre 1906 e 2005 ocorreu aumento de 0,740C nas temperaturas médias globais. As verdadeiras novidades do relatório encontram-se no grau de certeza proclamado a respeito das causas do aquecimento global edas previsões de elevação das temperaturas ao longo do século XXI. O IPCC sustenta que, com alto grau de probabilidade: As atividades humanas, e não fatores naturais, são as principais responsáveis pelo aquecimento global observado. O padrão registrado de aquecimento da troposfera e resfriamento da estratosfera deriva da emissão de gases de estufa e da rarefação da camada de ozônio, dois processosligados às atividades humanas. A redução da massa de gelo no planeta decorre também do aquecimento global e deve-se às interferências antropogênicas sobre o sistema climático. As interferências antropogênicas já provocam mudanças em padrões de circulação das massas de ar no hemisfério norte e aumento de tempestades extra-tropicais.

Correio Geográfico - Março 2007 - Número 15 - Projeto de Ensinode Geografia

O aumento das temperaturas médias nas noites mais quentes e mais frias e nos dias frios é um efeito do aquecimento global e está ligado às atividades humanas. Os cenários projetados pelo IPCC para o aquecimento global variam entre o preocupante e o assustador. Numa hipótese tão otimista quanto irrealista, baseada no pressuposto da manutenção constante das emissões de gases deestufa nos níveis de 2000, ocorreria aumento das temperaturas médias globais de 0,10C por década, o que significa uma elevação térmica de 10C em 2100. Nesse caso, as interferências antropogênicas no sistema climático que já ocorreram continuariam, inercialmente, a provocar aquecimento. Os outros cenários, mais realistas, apontam para um aquecimento global de 1,80C a impressionantes 4,00C em 2100.Esses cenários dependem de combinações complexas de fatores naturais e antropogênicos. Mas, segundo a lógica dos modelos utilizados pelo IPCC, os fatores antropogênicos têm peso maior na evolução do sistema climático. A cobertura da mídia tratou o relatório como um consenso científico indiscutível. Uma grande companhia petrolífera anunciou que financiará estudos de economistas ou cientistas ambientaisdispostos a contestar o IPCC. Mas, ao contrário do que parece, há cientistas independentes que, sem financiamento de gigantes do petróleo ou do governo americano, discordam do relatório. Os cientistas dissidentes não contestam as informações factuais sobre temperaturas globais e, portanto, reconhecem que as últimas décadas foram marcadas por uma nítida tendência de aquecimento. O que elesdiscutem são as causas do aquecimento e as projeções sobre o comportamento do sistema climático. Esses críticos do IPCC não concordam que seja razoável afirmar, com um elevado grau de confiança, que os fatores antropogênicos são decisivos para o aquecimento global. O relatório atual, como os anteriores, subestimaria o peso de fatores naturais decisivos, como a dinâmica das massas de ar e correntes...
tracking img