Investimento externo direto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 43 (10694 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE
MATO GROSSO DO SUL – UEMS
















EVOLUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS INVESTIMENTOS EXTERNOS DIRETOS NO BRASIL NO PERIODO DE 1995 A 2000.





TIAGO DOS SANTOS PAESTiago dos Santos Paes















Ponta PorãPONTA PORÃ,
2010.

TIAGO DOS SANTOS PAES
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE
MATO GROSSO DOSUL – UEMSEVOLUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS INVESTIMENTOS EXTERNOS DIRETOS NO BRASIL NO PERIODO DE 1995 A 2000.


TIAGO DOS SANTOS PAES




Monografia apresentada como exigência parcial para obtenção do título de bacharel de Ciências Econômicas, apresentada à Banca Examinadora da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul- UEMS, sob a orientação daProf.ª Msc Claudia Maria Sonaglio.














Ponta Porã
2010PONTA PORÃ, 2010.





























Dedico este trabalho aos meus pais, Florêncio e JuliaJoão Alberto e Catarina, que me ensinaram o valor da educação a minha esposa Andrea de Matos e a meus filhos, João, Maria e José Augusto pela força que me deram durante este longo períodode estudo e a todos os professores da UEMS que estiveram conosco durante todo o neste longo processo de ensino.







AGRADECIMENTOS

A os colegas de curso que chegaram juntos comigo nessa reta final, sempre um dando apoio ao outro, em especial a minha colega Juliana Maria Vieira.
A professora Rosele Marques Vieira pela contribuição e força que atribui a mim no decorrer do curso.
Atodos aqueles que estiveram me dando apoio e forças para que eu sempre continuasse em frente; A Patrícia Langer de Souza que me ensinou a ver as coisas de uma maneira diferente.
A minha orientadora, por partilhar o seu conhecimento comigo, bem como auxilio dado, que sem os quais não teria sequer enxergado o caminho a ser percorrido neste estudo.RESUMO


O presente trabalho faz uma analise da evolução e distribuição setorial dos Investimentos Diretos Externo no Brasil, tendo como objetivo identificar quais os setores que se beneficiaram dos fluxos; os dados foram obtidos junto ao Banco Central do Brasil (BACEN) e foi realizada uma análise descritiva dos dados. Entre as principais conclusões do estudo verifica-se uma queda naparticipação dos IDE à indústria de 55% em 1995 para 33% em 2000 e um acréscimo no montante destinado ao setor de serviços, que em média, representa 77% do estoque de IDE ao período analisado.


PALAVRAS-CHAVE: Investimento Direto Externo (IDE). Evolução dos IDE. Distribuição Setorial




































ABSTRACT

The present study is an analysisof trends and sectoral distribution of foreign direct investment in Brazil, aiming to identify the sectors benefiting from the flows, the data was obtained from the Central Bank of Brazil (BCB) and a descriptive analysis was performed data. Among the main conclusions of the study there is a decrease in the share of FDI to the industry of 55% in 1995 to 33% in 2000 and an increase in the amount forthe service sector, which on average represents 77% of FDI stock to analysis period.


KEYWORDS: Foreign Direct Investment (FDI). Evolution of FDI. Sectoral Distribution





































LISTA DE ABREVIATURAS


IDE – Investimento Direto Externo


BACEN – Banco Central


UNCTAD – United Nations Conference on Trade and DevelopmentIPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada























LISTA DE TABELAS


Tabela 1 – Influxos de IDE para os principais receptores do investimento entre os países em desenvolvimento. 27


Tabela 2 – Evolução e Distribuição Setorial do IDE. 28























LISTA DE FIGURAS


Figura 1 – Transformação de Conta...
tracking img