Introducao rede de empresas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (260 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Segundo Amato Neto (2000), pode-se dizer que a pequena empresa sempre esteve presente ao longo do processo de transformações dos modos de produção e dos sistemas econômicos. Com acrescente divisão econômica do trabalho, a produtividade foi intensamente incrementada com a incorporação das inovações tecnológicas trazidas pela Revolução Industrial. Com o passar dos anos asmanufaturas transformou-se em fábricas a produtividade passou as ser extremamente incrementada, e o trabalho cada vez mais subordinado ao grande capitalismo.Com a globalização dos mercados e da produção cresce uma preocupação com a competitividade das pequenas e medias empresas.Segundo Casarotto (2001), a não ser que a pequena empresa tenha um bom nicho de marcado local, dificilmente terá alcance globalizado se continuar atuando de forma individual.Mas mesmo que ela tenha um mercado local, não está livre de, a qualquer momento, ser “atropelada” por uma empresa do exterior em seu tradicional mercado.As decisões de realizar uma união com outra empresa deve se basear em vantagens competitivas dinâmicas como a existência de uma infra-estrutura local adequada,proximidade com os centros de desenvolvimento, oferta de mão-de-obra qualificada, acesso aos meios de transporte, entre outras.
Entre as novas estratégias criadas pelas empresasencontra-se a formação de redes entre empresas, que pretende garantir a sobrevivência e principalmente a competitividade das pequenas e médias empresas, criando uma nova organização entre empresas e acooperação oferece a possibilidade de dispor de tecnologias e reduzir os custos de transação relativos ao processo de inovação, aumentado a eficiência econômica e aumentando a competitividade.
tracking img