Introduçao a teoria da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

RESUMO 3
Gestão do conhecimento 4
1.1. Paradoxo e conhecimento 4

1.2. Conhecimento explicito: 4

1.3. Conhecimento tácito: 4

2. Modelo SECI 4
2.1. Paradoxos: 5

2.2. Espiral do conhecimento 6

3. A GESTÃO DO CONHECIMENTO COMO PRATICA CORPORATIVA GERADORA DE VANTAGEM COMPETITIVA 6
4. APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS NA GESTÃO DE PROCESSOSDAS ORGANIZAÇÕES QUE APRENDEM 7

5. APRENDIZAGEM: UM PROCESSO IMPORTANTE PARA AS EMPRESAS 8

5.1. A bolha da vez 8

5.2. Eles não são empregados são pessoas 8

6. TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 9
PERGUNTAS: 10
CONSIDERAÇÕES FINAIS 13
REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS 14

RESUMO

Nas últimas três décadas, as organizações, tanto privadas como públicas, deforma crescente passaram a se conscientizar da importância da revisão dos seus modelos de gestão: no caso das empresas privadas, a motivação era a sua sobrevivência e competitividade no mercado; no caso das empresas públicas, tal motivação era a sua capacidade de cumprir sua missão, ou seja, atender com qualidade a prestação de serviços de interesse da sociedade. 

Ao mesmo tempo, focando arealidade empresarial, constata-se que as organizações nacionais, tanto públicas como privadas, já desenvolvem esforços no sentido de recuperar o tempo perdido (de pelo menos duas décadas) que levou a um atraso em relação à situação mundial. No entanto, se há poucas empresas consideradas de "classe mundial", já é possível avaliar a partir destas a aplicabilidade das novas práticas gerenciais quegarantirão a sua sobrevivência num mercado cada vez mais globalizado e competitivo.

Neste sentido, para identificar e avaliar as características peculiares às novas práticas de gestão empresarial foi realizado este trabalho com o objetivo de exemplificar a gestão do conhecimento

Gestão do conhecimento

A gestão do conhecimento é um processo corporativo, focado na estratégiaempresarial e envolve a questão das competências, a gestão do capital, a aprendizagem organizacional, a inteligência empresarial e a educação corporativa.

1.1. Paradoxo e conhecimento

Sociedade industrial: paradoxo eliminado, planos e processos definidos, disciplina, tarefa principal, estático.
Sociedade do conhecimento: paradoxo aceito e cultivado, necessidade de improviso,criatividade, lidar com diferentes tarefas, dinâmico.

1.2. Conhecimento explicito:

Pode ser expresso e compartilhado, de forma rápida e com facilidade; conhecimento explicito é o que pode ser articulado na linguagem formal,inclusive em afirmações gramaticais,expressões matemáticas, especificações, manuais etc..,facilmente transmitido,sistematizado e comunicado. Ele pode ser transmitidoformal e facilmente entre os indivíduos. Esse foi o modo dominante de conhecimento na tradição filosófica ocidental.

1.3. Conhecimento tácito:

Pessoal e intuitivo difícil de formalizar; conhecimento tácito é difícil de ser articulado na linguagem formal, é um tipo de conhecimento mais importante. É o conhecimento pessoal incorporado á experiência individual e envolve fatores intangíveiscomo, por exemplo, crenças pessoais, perspectivas, sistema de valor, insights, intuições, emoções, habilidades. É considerado como uma fonte importante de competitividade entre as organizações. Só pode ser avaliado por meio de ação. A criação do conhecimento consiste no processo de construir e administrar sínteses.
Movimento dialético traduz se em uma nova realidade criada através dasíntese, processo contraditório que reconcilia e transcende os opostos.

2. Modelo SECI

Modos de conversão do conhecimento:

Socialização: compartilhar e criar conhecimento tácito, através de experiência direta.
Externalização: articular conhecimento tácito, através do diálogo e da reflexão.
Combinação: sistematizar e aplicar o conhecimento explícito e a...
tracking img