Introdução a antropologia social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO A ANTROPOLOGIA SOCIAL

O que é antropologia social
Antropologia significa “falar sobre o homem”. As vezes se considera a Antropologia como o estudo que nos diz “tudo sobre o homem”. Uma perspectiva alternativa é que a Antropologia Social é um ramo da Sociologia, sendo as outras ciências sociais as suas vizinhas mais próximas.
Diferenças entre as sociedades
A Sociologia é oestudo da sociedade, sendo a Antropologia um ramo daquela ciência.
A Antropologia Social se tem preocupado, em grande parte com as pessoas que “se portam” do modo muito diferente do “Deste País” e de qualquer outras das nações industrializadas que são chamadas “ocidentais”. Seu centro de atenção sempre foi os povos chamados “primitivos” ou, quando há tempo para se falar mais longamente, povos detecnologias simples”. Mas se estudamos o tipo de sociedades em que vivem, comparando-as com do mundo ocidental, podemos ver que certos princípios fundamentais da vida em sociedade são encontrados tanto entre “eles” como entre “nós”.
Mas todo estudante de antropologia deveria, de início, ser prevenido quanto a duas coisas. Primeiro, as qualidades físicas que herdamos não estão contidas em nossosangue, embora se tenha acreditado nisso durante tanto tempo que às vezes é difícil evitar o uso da expressão popular “parentes sanguíneos”. Segundo, a questão de como as pessoas, individualmente, se comportam e a de como as diferentes sociedades são organizadas são bastante diferentes; não se pode explicar diferenças entres sociedades dizendo que se compõem de diferentes tipos de pessoas.
Os povos nãosão, de modo algum, todos iguais e, diferem, essas diferenças não podem ser explicadas pela precipitação pluviométrica, pela temperatura, ou pelo tipo de vegetação produzida pelo solo.
Interessa ao antropólogo social não apenas o tipo de coisas que vemos as pessoas fazerem diariamente, mas, oculta pelo comportamento quotidiano, a maneira como são organizadas de modo a ser uma sociedade e nãoapenas muita gente que por acaso se encontra na mesma parte do mundo.
As regras de comportamento que compõem essa organização, os fatos sociais, são a matéria do estudioso da sociedade. Podemos ver que certos tipos de disposição são características de povos de tecnologia simples, ou que certas regras de herança e certas regras de casamento muitas vezes são encontradas juntas; mas é inútil procurarfora da sociedade as explicações, para o que acontece dentro dela.
O CAMPO DA ANTROPOLOGIA SOCIAL
O campo da Antropologia Social é atualmente tão "amplo que poucas pessoas podem esperar tornar-se peritas, ao mesmo tempo, nela e em qualquer dos outros ramos da Antropologia no sentido mais amplo. Todo antropólogo social deve falar a Língua do povo com o qual trabalha, mas poucos podem fazer umestudo intensivo de Linguística.
Muitos antropólogos sociais atualmente descreveriam sua matéria como um ramo da Sociologia. Radcliffe-Brown chamou-a de Sociologia Comparada, para indicar que, assim como os sociólogos teóricos, estamos procurando generalizações sobre todos os tipos de sociedade humana.
Antigamente afirmava-se que nosso interesse apropriado se dirigia para as sociedades “primitivas“ou” simples”. Mas os antropólogos têm trabalhado em sociedades pre industriais dotadas de escrita e meio circulante; e, mais recentemente, em sociedades industriais das quais eles próprios são membros, em fábricas, prisões e hospitais de alienados, e estudado a família e o parentesco nas grandes cidades. Estamos convencidos de que, quando fazemos este trabalho, damos-lhes uma abordagem que éespecificamente, a do antropólogo embora se torne cabe mais difícil dizer o que seja ela. Alguns dizem que é uma questão de teoria; julgamos ser da nossa alçada observar a totalidade das relações que agem entre as pessoas na unidade social que estudamos, não só as diretamente relevantes a determinado problema. F. G Bailey, num artigo se refere à nossa técnica de “observação longa e paciente, a boa...
tracking img