Introdução teórica à forma-fuga em música

Páginas: 3 (538 palavras) Publicado: 20 de abril de 2010
Introdução teórica à forma-fuga em música

A fuga é um tipo de composição contrapontística ou a técnica usada no processo para um número fixo de partes, usualmente chamadas de “vozes”. Originadodo latim, o termo está relacionado provavelmente ao verbo ‘fugere’ (fugir), e também a ‘fugare’ (perseguir). Há também os termos variantes: ‘fughetta’ (uma fuga pequena, em italiano) e ‘fugato’ (umapassagem em estilo de fuga, mas incluído em uma peça cujo estilo principal não é a fuga).
Durante a Idade Média, o termo era usado para referir-se a trabalhos no estilo do cânone. Já na Renascença,fazia referência especificamente a trabalhos em estilo imitativo.
A partir do século XVII, o termo “fuga” passou a descrever o procedimento completo de contraponto imitativo.
A forma-fuga é compostapelo tema, seguido pelo sujeito, que deve aparecer sucessivamente em cada uma das vozes em caráter imitativo. Após a entrada de cada voz, a chamada ‘exposição’ estava completa.
Nesse ponto, ocompositor podia opcionalmente incluir uma passagem transitória (um episódio) desenvolvido a partir do material anteriormente apresentado. O sujeito é reapresentado em alguns momentos, em tonalidadesrelacionadas à principal.
Era comum que houvesse uma seqüência alternada entre episódios e menções ao sujeito até a última aparição deste. A partir daí, a música voltava à tonalidade inicial, daíseguindo-se freqüentemente uma coda (fechamento).
Pode-se dizer, a partir disso, que a forma-fuga é um estilo de composição, e não uma estrutura fixa e imutável. Embora haja práticas comuns eestabelecidas, os compositores adeptos à fuga utilizam-se de grande liberdade e marcas de individualidade na composição de obras do gênero.
O século XVIII viu um grande aperfeiçoamento desse estilo, evoluído apartir de numerosos tipos de composição contrapontual anteriores. Dentre as formas que influenciaram significativamente o desenvolvimento da fuga, estão os ricercares imitativos, caprichos, canzonas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • introdução teórica
  • introdução teórica
  • Introdução teorica
  • Musica introdução
  • Musicas para surdos fundamentação teórica
  • introdução teorica e conclusao molas
  • Introdução a mecânica teórica
  • Introdução teórica separação de compostos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!