Introdução à teoria da personalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1018 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia da Personalidade II
Introdução à Teoria da Personalidade

Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Goiânia, 2012
As causas do comportamento e a experiência pessoal de cada pessoa definem a personalidade.
A psicologia da personalidade é o campo dentro da psicologia científica que estuda os indivíduos e as diferenças entre eles.
Como descrever a personalidade é uma dasperguntas fundamentais. Existem duas formas, uma identifica-se os traços da personalidade comparando os indivíduos entre si ou estuda-se um único indivíduo.
Outra pergunta fundamental é: Como podemos entender a dinâmica da personalidade? Ou seja, como as pessoas se adaptam às suas situações da vida?
Dentro dessas existe também uma terceira pergunta que se dá como que se pode dizer sobre odesenvolvimento da personalidade? Como muda a personalidade durante a vida de um indivíduo da infância à idade adulta?
Entretanto as três questões são fundamentais e cada teoria as considera de alguma maneira. Além disso, os temas estão inter-relacionados, a maneira como uma teoria descreve a personalidade tem implicações sobre a dinâmica e o desenvolvimento da personalidade e vice-versa.
Foram propostasvários tipos de personalidade em contrapartida os estudiosos da personalidade preferem geralmente medidas quantitativas com isso classificam os traços. Um traço de personalidade é uma maneira mais ou menos coerente. Pode-se dizer que um indivíduo possui um grau qualquer de um traço, de pouco a muito. Os traços são muito usados nas descrições cotidianas de personalidade e muitos psicólogos também osconsideram úteis e em comparação com os tipos, os traços abarcam um leque menor de comportamentos. São necessários mais traços do que tipos para se descrever uma personalidade, um estudo clássico enumerou quase 18 mil traços entre as palavras descritas num dicionário.
Alguns pesquisadores consideram suficiente o número restrito de cinco ou até mesmo três fatores para descrever as dimensõesfundamentais da personalidade. Existem inclusive técnicas estatísticas especiais para saber se certas dimensões são tipos, traços ou fatores.
É permitido comparar uma pessoa através dos tipos e traços de personalidade e esta é a abordagem mais comum na investigação da personalidade, a abordagem nomotética que é quando as pessoas são comparadas pela aplicação dos mesmos conceitos.
Entretanto, outrospsicólogos estudam a personalidade sem enfocar as diferenças individuais. A abordagem idiográfica estuda um indivíduo por vez, sem fazer comparações com outras pessoas. Na pratica, abordagens totalmente ideográficas são impossíveis, já que qualquer descrição de uma pessoa implica comparação com outra pessoa, mesmo que essa comparação esteja apenas na memoria daquele que efetua a analise. Emboracomparações implícitas com outras pessoas sejam inevitáveis, chamamos uma pesquisa idiográfica quando ela enfoca as particularidades de um caso individual. A descrição geralmente é feita mais por meio de palavras do que de mensurações numéricas.
Quando Gordon Allport (1937b) propõe pela primeira vez os termos idiográfico e nomotético, os psicólogos da personalidade vem debatendo o valor de ambas asabordagens. Os críticos da abordagem idiográfica afirmam que esse tipo de pesquisa carece dos necessários controles e repetições da ciência.
Os críticos da abordagem nomotetica perguntam como a personalidade pode ser o estudo de indivíduos, se suas pesquisas estão sempre baseadas em grupos.
Contudo a maioria das pesquisas no campo da personalidade é nomotetica.
Contudo, o método nomotetico,apesar de suas vantagens, tem inconvenientes. Ele estuda muitas pessoas e as compara, o que torna difícil a obtenção de um compreensão bastante completa de cada uma das pessoas. Enfoca mensurações de traços mais do que a compreensão integral das pessoas.
A pesquisa da personalidade ganhou uma crítica de Rae Carlson (1971). Ele criticou a pesquisa por enfocar apenas uma variável ou um pequeno...
tracking img