Introdução à psicologia - resumo personalidade

Introdução à Psicologia – Morris e Maistro
Capítulo 10 – Personalidade
Resumo

A personalidade é estudada por psicólogos por meio de diversas teorias, divididas em psicodinâmicas, humanistas,de traços e de aprendizagem cognitivo-social. O principal expoente da primeira citada é Freud, desenvolvedor de termos como instinto sexual, libido, ego, superego, id, complexo de Édipo, de Electra,fases de desenvolvimento e terapias com psicanálise. Basicamente esse conjunto de palavras ilustra o que acreditava ser a origem da personalidade. Para ele, as pessoas são movidas pelo seu instintosexual, derivado do id, parte inconsciente da mente. A libido é a energia e a disposição para satisfazer o instinto – que ao longo do desenvolvimento é movido para diversas partes do corpo, como boca epartes genitais. O ego é o responsável por articular e tornar real o prazer de maneira segura. Já o superego tem a função de orientar as ações do ego de acordo com a moral.
O pensamento freudianoserviu de base para a criação das demais teorias psicodinâmicas. Alguns teóricos concordam a respeito da disposição de funções dos termos supracitados, outros sequer consideram o instinto sexual e demaisquestões abordadas. São citados Horney – relevância da ansiedade -, Erickson – visão social do desenvolvimento -, Adler – complexo de inferioridade e perfeição pessoal e social -, e por fim Jung –introversão e extroversão, e inconscientes pessoal e coletivo.
As teorias humanistas da personalidade são principalmente representadas por Carl Rogers, que defendia termos como: tendência realizadora eauto-realizadora – inata dos indivíduos -, pleno funcionamento – quando coincide o potencial biológico e o auto-conceito que as pessoas têm de si, e são criadas em um ambiente de consideraçãopositiva incondicional. Trata-se de uma visão extremamente otimista.
As teorias de traços crêem que cada pessoa tem graus singulares de traços de personalidade, observados por meio de seu comportamento....