Introdução à geografia do turismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (448 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Aluna: Layze Nantes
Turma: B

Fichamento do livro “ O que é cultura popular”, do autor Antonio Augusto Arantes

•) São muitos os significados para cultura, e são bastante heterogêneos evariáveis os eventos que essa expressão recobre. Ela remete, na verdade, a um amplo espectro de concepções e pontos de vista que vão desde a negação (implícita ou explícita) de que os fatos por elaidentificados contenham alguma forma de “saber”, até o extremo de atribuir-lhes o papel de resistência contra a dominação de classes. (pág. 07)
•) Nas sociedades estratificadas em classes, essas esferas da“cultura” são [...] atividades especializadas que têm como objetivo produção de um conhecimento e de um gosto que [...] são difundidos entre as diversas camadas sociais como os mais belos, os maiscorretos, os mais adequados, os mais plausíveis, etc. (pág. 09)
•) Alguns valores e concepções são implementados socialmente, através de complexos mecanismos de produção e divulgação de idéias, como sefossem, ou devessem se tornar, os modos de agir e de pensar de todos. (pág. 10)
•) [...] a partir dos lugares de onde se fala com autoridade na sociedade capitalista, o que é popular é necessariamenteassociado a “fazer” desprovido de “saber”. Chegamos aí ao nosso paradoxo, pois justamente manipulando repertórios de fragmentos de “coisas populares” que, em muitas sociedades, inclusive a nossa, seexpressa e reafirma-se simbolicamente a identidade da nação como um todo ou, quando muito, das regiões, encobrindo a diversidade e as desigualdades sociais efetivamente existentes no seu interior. (pág.14–15)
•) Pensar a “cultura popular” como sinônimo de “tradição” é reafirmar constantemente a idéia de que a sua Idade de Ouro deu-se no passado. Em conseqüência disso, as sucessivas modificações porque necessariamente passaram esses objetos, concepções e práticas não podem ser compreendidas, senão como deturpadoras ou empobrecedoras. (pág. 17)
•) A “cultura popular” surge como uma “outra”...
tracking img