Introdução à economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1029 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – Conceitue economia

A conceituação mais imediata e popular que podemos apresentar de economia é a da necessidade de se bem administrar, aplicar e distribuir nossos recursos na obtenção de bens e serviços. Essa necessidade advém na clara noção que temos de que nossos recursos são limitados e difíceis de obter e conservar.

Essa conceituação derivada da vivência está muito próxima da quepodemos encontrar e apresentar de forma acadêmica. Isso, pois, como ciência social, a economia é aquela encarregada de estudar a produção, distribuição e consumo de bens e serviços. Estuda também o funcionamento dos sistemas econômicos e as relações de seus agentes.

Tem como uma de suas ideias fundamentais a de que ao passo que as necessidades humanas são ilimitadas, os recursos para sua produçãoe obtenção são escassos. Cabe esclarecer que as necessidades humanas referem-se à carência de algum bem ou serviço e/ou o desejo de consumi-los.

Sua aplicação está diretamente relacionada à administração das organizações humanas e atinge vários domínios (financeiro, ambiental, das relações de trabalho, etc.).

Divide-se em micro e macroeconomia. A primeira estuda o comportamento individual,enquanto que a segunda ocupa-se do resultado agrupado de vários comportamentos individuais.

2 – Explique o mecanismo de funcionamento das economias (a) e discorra sobre os quatro princípios que envolvem a tomada de decisão (b)

(a) Em resumo, o mecanismo de funcionamento de uma economia baseia-se na ação de seus agentes econômicos, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas. Estes buscam sempreo maior ganho em suas atividades e, por isso, procuram permanecer atentos e em sintonia com as condições de oferta e procura do mercado em que estão inseridos.

Os níveis de oferta e procura de um determinado bem ou serviço podem sofrer variações grandes e bruscas, levando à queda ou aumento de preços não só desse item como de outros a ele relacionados. Situações assim, requerem, oacompanhamento e muitas vezes a intervenção do governo com a finalidade de se evitar uma crise.

O nível de intervenção governamental varia de mais acentuado, como no caso de uma economia centralizada, para uma mais branda, em uma economia de mercado.

(b) Os princípios da tomada de decisão referem-se sequencialmente à: escolha, custo, ganho e incentivo.

Escolha: Já sabemos que as necessidades sãoilimitadas, enquanto que os recursos são escassos. Sendo assim, esse conflito nos leva inevitavelmente a um processo de escolha, que tem como finalidade encontrarmos a maneira mais satisfatória para resolução de nossas necessidades.

Custo: Nada é de graça. Para se obter um bem ou serviço é necessário que abramos mão de algum recurso. O custo de algo refere-se, então, àquilo que temos quedesfazer-nos em troca da satisfação de nossa necessidade.

Ganho: Quanto algo nos custará e qual será nosso ganho com sua aquisição? Esse processo racional envolve as questões de custo e benefício marginais. Procurar alcançar o maior benefício marginal é o objetivo de todos e nossas ações somente serão tomadas a partir delas.

Incentivo: O preço da satisfação de uma necessidade deriva de um processoracional e, por isso, pode ser influenciado pelos benefícios oferecidos por um agente. A possibilidade de um ganho maior ou menor em uma aquisição de bem ou serviço será determinante para a nossa conduta.

3 – Aponte as principais idéias defendidas por Adam Smith (a), assim como as funções que ele atribui ao Estado (b).

(a) Podemos relacionar as seguintes ideias defendidas por Adam Smith:
Ocomércio é o agente capaz de aumentar a produtividade e consequentemente a oferta de um bem ou serviço. Esta ocorrência trará o aumento da oferta de trabalho, que também poderá ser motivada pela acumulação da produção na forma de capital e na extensão da especialização das atividades.
É necessária a livre concorrência e a mínima intervenção governamental no mercado.
O trabalho é item determinante...