Intolerância religiosa no campo religioso afro-brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2622 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Revista Brasileira de História & Ciências Sociais Ano I, Número I, Julho de 2009 www.rbhcs.com ISSN: 2175-3423

Intolerância Religiosa no Campo Religioso Afro-brasileiro
SILVA, Vagner Gonçalves da (org.). Intolerância religiosa. Impactos do Neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007. 328 p. Lindolfo Anderson Martelli 1 Nosúltimos anos tem se verificado um fortalecimento do poder das religiões de orientação pentecostal no Brasil, e no entendimento de alguns pesquisadores uma análise da sociedade brasileira na atualidade não permite diagnosticar sinais de envelhecimento do pentecostalismo2. Nesta direção, o livro organizado por Vagner Gonçalves da Silva3, Intolerância Religiosa. Impactos do neopentecostalismo no camporeligioso afro-brasileiro, editado pela Unesp (2007), analisa as relações entre as crenças e ações de um grupo evangélico diante dos grupos afrobrasileiros. O livro organizado por Silva envolve pesquisadores ligados às religiões tanto evangélicas quanto afro-brasileiras. Os autores analisam o impacto do crescimento neopentecostal, as estratégias discursivas e práticas de ataque e intolerânciareligiosa, bem como ressonâncias destas na vida social, na política e no Estado. As discussões preliminares que deram origem a este trabalho surgiram no âmbito da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), com a instauração do Crer4. Os pesquisadores ligados a áreas da antropologia, sociologia e direito discutiram preliminarmente os temas em fóruns nacionais5, conferindo ao livro um projeto científicode qualidade previamente avaliado pela academia. Os autores demonstram claramente em todos os oito artigos que compõem a obra, uma preocupação na ampliação e garantia dos direitos universais de liberdade de culto e respeito à diversidade cultural. Dada a emergência da intolerância religiosa contra as religiões afrobrasileiras por parte das igrejas pentecostais e neopentecostais, das quais a IgrejaUniversal do Reino de Deus (Iurd) é sua maior representante. No jogo discursivo que reforça alteridades entre os pentecostais versus umbanda e candomblé, direito e respeito são subjugados à cosmologia religiosa evangélica. A generalização do termo neopentecostalismo transmite a idéia que as

1

Mestrando de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina. Membro da Linha dePesquisa Relações de Poder e Subjetividades do PPGH/UFSC. Bolsista do CNPq. E-mail: lindolfohistoria@hotmail.com 2 GUTIERREZ, Benjamim. CAMPOS, Leonildo Silveira. Na Força do Espírito. São Bernardo do Campo: Pendão Real/Ciências das religiões, 1996, p.94. 3 Doutor em Antropologia Social. Professor da Universidade de São Paulo. Pesquisador do CPNq com temas que abordam principalmente as religiõesafrobrasileiras, representação etnográfica e hipermídia. 4 Comissão de Relações Étnicas e Raciais - 2002. 5 O tema foi discutido na XXIV Reunião Brasileira de Antropologia e Direitos Humanos em Olinda, no Seminário Raça, Racismo e Políticas Públicas: um Debate Antropológico, na Universidade Federal da Bahia e na Jornada de Direitos Humanos da Universidade São Judas Tadeu em São Paulo em 2004.

1 Revista Brasileira de História & Ciências Sociais Ano I, Número I, Julho de 2009 www.rbhcs.com ISSN: 2175-3423

religiões denominadas como tal, estabeleçam os mesmos códigos e prescrições adotadas pela Iurd, o que não é verdade, entretanto é compreensível o uso do termo visto que a Iurd é a denominação que melhor representa esse grupo. No prefácio, Silva já esboça as intencionalidades daIurd ao deflagrar seu ataque, composto por um léxico bíblico de guerra, por um sistema simbólico legitimador dentro de uma cosmologia maniqueísta. Os ataques dos neopentecostais se valem de argumentos teológicos e compreendem não somente os discursos nos cultos e nos meios de divulgação proselista como também na agressão física, oposição a quaisquer cerimônias, símbolos e práticas rituais que...
tracking img