Internet em angola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10164 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO:
IMPACTOS NA SOCIEDADE
Gercina Ângela Borém de O. Lima
Líliam Pacheco Pinto
Marconi Martins de Laia

Resumo
Estuda os conceitos dos termos tecnologia, informação e tecnologia da informação e sociedade da informação. Discute os espaços que
estes conceitos ocuparam em distintos momentos do desenvolvimento humano, como na
oralidade, escrita, imprensa e era eletrônica.Finalmente, aborda os impactos que o acelerado desenvolvimento e uso das novas
tecnologias da informação estão provocando
na sociedade contemporânea
Palavras-chave
Tecnologia da informação; Sociedade da informação; Transmissão do conhecimento.

_ __ __ __ _ __ __ __ __ _ __ __ __ _ __ __ __ _
_ __ _ __ __ __ _ __ __ __ __ _ __ __ __ _ __ _

1 INTRODUÇÃO: AS DIFERENTES
FASES DA T RANSMISSÃO DEINFORMAÇÕES NA SOCIEDADE
Descrever cronologicamente as diferentes fases da comunicação da informação faz-nos reportar inicialmente à tradição
oral, na qual a comunicação baseava-se
nas lembranças das pessoas, em especial,
em sua memória auditiva. Reporta-nos também à escrita, quando se tornou possível

registrar o conhecimento de fatos ocorridos;
à imprensa, que agilizou a transmissão da
comunicação, fazendocom que mais leitores tivessem acesso ao conhecimento; e finalmente à era eletrônica, que potencializou
o armazenamento e a disseminação da informação.
As sociedades, mesmo as mais primitivas, sempre utilizaram alguma forma de
transmissão da informação. Num primeiro
momento, esta se dava em encontros
presenciais nos quais o interlocutor passa-_____________________________________________________________________________________________
Inf.Inf., Londrina, v. 7, n. 2, p. 75- 94, jul./dez. 2002
75

PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com

Tecnologia da Informação: impactos na sociedade
Gercina A. B. O. Lima, Liliam P. Pinto, Marconi M. de Laia
_____________________________________________________________________________________________

va para o receptor a informaçãoque detinha, seja acerca de si mesmo ou de algum
assunto relacionado à comunidade como
um todo, caracterizando as sociedades
orais. O paradigma presente era a experiência: conhecia-se e registrava-se na memória o mundo em que se vivia e as experiências que se vivenciava. Lévy (1993) caracteriza o tempo da oralidade primária
como aquele no qual não existe forma de
registrar o conhecimento. Aoralidade primária utiliza como tecnologia a fala, que tem
como função básica a gestão da memória
social que se apóia nas lembranças de indivíduos. Nesse caso, a fala é o que liga
nossa mente a outras mentes, possibilitando a transmissão do pensamento. Se hoje
em dia a palavra tem o poder de criar novas realidades sociais, pode-se imaginar
sua influência nas sociedades orais, onde
não havia nenhum outromeio de comunicação. Nessas culturas, não existia nenhum
modo registrado de armazenar as representações para futura reutilização. A transmissão do conhecimento exigia a idéia contínua de recomeço e de renovação que ocorre de geração para geração. Conclui-se que
a história se fazia, na época, por meio da
capacidade de memorização dos membros
do grupo social e suas preferências. Há,
portanto, oregistro “incerto” – baseado em
interpretações individuais - da realidade filtrada pelo sujeito da ação. A mediação deste é de fundamental importância para a continuidade histórica do conhecimento.
Num segundo momento, a transmissão foi agilizada pela invenção da escrita,
tendo o alfabeto como ferramenta fundamental. Com a escrita, o conhecimento de
fatos presenciados ou relatos feitos por
pessoasque viveram em outras épocas
passou a ser possível (DIAS, 1999). Com
ela, o discurso pode ser separado da situação particular em que foi produzido, não
mais precisando da presença do sujeito
social para a reprodução de experiência

particular. O seu registro escrito expressa por
si mesmo e sofre interferência de quem o
“consulta”. O tempo e o espaço tornam-se
noções diferenciadas das existentes...
tracking img