Interação alimento x medicamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1004 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 21 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O que são interações alimentos x medicamentos?
|
|
Como os remédios agem junto aos alimentos?

Nelzir Trindade Reis – LD Nutrição Clínica

Entendemos como interação fármaco x nutriente o evento que ocorre quando se produz um desequilíbrio de nutrientes por ação de um medicamento ou quando um efeito farmacológico é alterado pela ingestão de nutrientes ou pelo estado nutricional dopaciente ou quando alguma reação adversa é produzida pela ingestão concomitante da droga com determinado nutriente ou algum componente do alimento

A eficácia terapêutica e a toxidade dos medicamentos está diretamente relacionada à sua interação com os alimentos. Tanto os efeitos colaterais quanto os terapêuticos, podem afetar a ingestão, o metabolismo e as
necessidades nutricionais de umindivíduo e, automaticamente, o seu estado nutricional e, a dietoterapia deve ser baseada na avaliação nutricional criteriosa, nos aspectos clínicos e laboratoriais e nos efeitos terapêuticos e colaterais, bem como nas interações das drogas empregadas

As interações podem variar desde a formação de complexos entre o fármaco e o nutriente, com alteração na absorção de ambos, até os efeitos sobre adistribuição, metabolismo e local de ação da droga, bem como fármacos que influenciam o estado nutricional e as necessidades de nutrientes.

As interações são observadas especialmente no tratamento das doenças crônicas e, à medida em que há declínio ou piora do estado geral do paciente, elas se intensificam. Variam em relação à alteração da mucosa e das funções motora e secretora do tratogastrointestinal ( TGI ). Logo, as interações drogas – nutrientes podem ser classificadas pela localização, pelo mecanismo farmacológico e / ou nutricional, pelo grupo de drogas, pelos nutrientes envolvidos, pela relação do tempo de ingestão do alimento ou nutriente, pelos fatores de risco relacionados à dieta e pelos grupos de pacientes comumente afetados, como por exemplo pacientes críticos e idosos. Adesnutrição energético – protídica ( DEP ) pode levar à alterações na farmacocinética das drogas, incluindo seu metabolismo hepático e sua distribuição .

A administração simultânea de medicamentos com alimentos ou em pequeno intervalo de tempo pode alterar a absorção do fármaco ( principal nível de interação ), como também a sua distribuição, metabolismo e excreção. Existem também interações aonível farmacológico dos tipos agonista e antagonista, embora seja pouco estudado, necessitando de conhecimentos bioquímicos que permitam compreender os mecanismos intrínsecos que as produzam.

Além da interação entre o fármaco e o nutriente ou algum componente do alimento, não podemos esquecer que a maioria das interações ocorrem como resultado da presença de alimentos no TGI, que sãoinfluenciadas também pela mudança de hábitos alimentares do indivíduo. Os alimentos ou os componentes dos alimentos podem influenciar a absorção das drogas, por interações químicas e físicas entre alimento ou nutriente e droga, ou devido a mudanças fisiológicas no trato gastrointestinal, induzidas pelo alimento ou bebida (absorção aumentada, diminuída ou enlentecida ), devendo,portanto, ser o pacienteorientado de que algumas alterações nos seus hábitos alimentares, como dietas para emagrecimento e dietas vegetarianas, poderão produzir reações indesejáveis em relação ao fármaco utilizado

Se imaginarmos o indivíduo idoso portador de diabetes, osteoartrite e insuficiência cardíaca, o que é comum, veremos quanto delicada é a intervenção deste paciente que, necessariamente, fará uso de vários tipos defármacos e, automaticamente, apresentará várias colateralidades e interações medicamento x medicamento e medicamento x alimento. Portanto, temos que avaliar criteriosamente o idoso não só em relação à prescrição de múltiplas drogas, tais como hipoglicemiantes orais, anticoagulantes orais, glicosídeos digitálicos, antiarrítimicos, hipotensores, antiinflamatórios não-hormonais, etc, bem como à...
tracking img