Inter

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5914 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Mulher chefe de família: um estudo de gênero sobre a família monoparental feminina
Flávio dos Santos Brito*

Resumo: O objetivo deste artigo é analisar os aspectos socioeconômicos e afetivos que circundam a chefia monoparental feminina, conhecer de que modo se dão os laços afetivos no seio desta família, verificar como a mulher chefe de família desse arranjo familiar supre a ausência paterna ede que forma assume a chefia familiar e o cuidado dos filhos. Palavras -chave : Monoparentalidade Feminina, Família, Representação Feminina, Gênero. Abstract: The objective of this article is to analyze the socioeconomic and affectionate aspects that surround a monoparental feminine leadership; to know in which ways the affectionate bows takes place in this family; verify how a head woman supersa paternal absence and how she assumes a leadership and the children's care. Key words: Feminine Monoparental, family, feminine representation, gender.

Introdução Este artigo tem por objetivo aprofundar os conhecimentos sobre a questão de gênero e os estudos sobre a família, neste caso específico, a Família Monoparental Feminina. 1 Baseia-se em pesquisa bibliográfica e em entrevistas realizadascom mulheres chefas de famílias monoparentais. Na realidade brasileira, estudos têm apontado para a dinâmica dos arranjos familiares nas classes populares, demonstrando a permanência de uma hierarquia de papéis, organizados a partir de uma visão tradicional, em que o homem representa o papel do provedor moral familiar (SARTI, 1996), ao mesmo tempo em que se verificam mudanças nas famílias.Segundo Goldani (1994) entre essas mudanças se verifica uma perda de espaço no percentual de famílias compostas pelo casal e filhos e um aumento de famílias compostas por um dos
*

Graduando do 7º período do Curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES e Bolsista de Iniciação Cientifica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – FAPEMIG no período2007/2008, com o Projeto de Iniciação Cientifica – Famílias Monoparentais Femininas: Vulnerabilidade ou Emancipação? Estudo de Casos em Salinas/MG; e no período 2008/2009, com o Projeto de Iniciação Cientifica – A Representação da Mulher na Constituição da Família: Um Estudo da Monoparentalidade Feminina nas Famílias de Montes Claros/MG e Salinas/MG. Email: fbrito29@yahoo.com.br 1 FamíliaMonoparental Feminina é o grupo familiar composto pela mulher mãe e seus filhos menores de 25 anos e solteiros. Neste arranjo familiar geralmente é a mulher a única responsável pela sustentabilidade econômica da família.

Revista Urutágua – revista acadêmica multidisciplinar – http://www.urutagua.uem.br/015/15brito.pdf Nº 15 – abr./mai./jun./jul. 2008 – Quadrimestral – Maringá – Paraná – Brasil – ISSN1519-6178

membros e filhos ou de pessoas morando sozinhas, ao lado da queda da fecundidade, do aumento da esperança de vida e do tamanho dos módulos familiares.
“A presença de famílias compostas por um dos membros adultos e filhos, em maior proporção mães e filhos, vêm levando demógrafos e sociólogos a criarem termos para nomearem esse tipo de família. Assim, são chamadas de famílias quebradasou reconstituídas. Estudos demográficos, no Brasil colonial, nos mostram que as famílias chefiadas por mulheres não representam, necessariamente, uma invenção da história brasileira contemporânea” (DEL PRIORE, 1994).

Segundo Vitale (2002), existe ainda uma percepção histórica que incorpora a denominação de “famílias monoparentais” dos países anglo-saxões, a fim de melhor elucidar a origem eimportância desta significação não apenas como conceito meramente explicativo de uma imposição normativa, ou, até mesmo simbólica , mas, sobretudo o esclarecimento de uma reação de mulheres de hoje, em referência a imposição social que as subjuga à fragilidade e vulnerabilidade econômico-social – espelhando-se assim, estas mulheres de hoje, em ações feministas de meados dos anos sessenta. As...
tracking img