Inter

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1216 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DO INTERDISCIPLINAR
HIPERTENSÃO
As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no Brasil, e a HIPERTENSÃO ARTERIAL, está entre os principais fatores de risco. A HA é um problema de saúde pública, no Brasil e no mundo, o Brasil possui aproximadamente cerca de 17 milhões de portadores da HA, e isso significa que 35% da população de 40 anos e mais são hipertensos.
É umapatologia, crônica, não transmissível, de início silencioso e repercussões clínicas importantes para os sistemas cardiovasculares e renovasculares, freqüentemente acompanhados de outras co-morbidades de grande impacto para os indicadores de saúde da população. É detectável através da medida da pressão.
Ela pode evoluir para complicações nos sistemas cardiovascular, renal e vascular, como:Insuficiência renal, acidente vascular encefálico, infarto do miocárdio e insuficiência cardíaca, e é importante ressaltar que um indivíduo que possui HA, geralmente também possui outras co-morbidades como o diabetes mellitus, dislipidemia e obesidade, e essas complicações podem ser causadas pelo NÃO uso ou pelo MAL uso de medicações.
Entre todas as conseqüências que o envelhecimento trás, o maispreocupante é o aumento de doenças cardiovasculares, que são a maior causa de morte na população idosa, e a HAS ocupa lugar de destaque nas DCNT’s em idosos. Sabe-se que o idoso merece uma preocupação maior e mais intensiva dos profissionais de saúde devido ao aparecimento de doenças degenerativas e até mesmo mentais, sendo assim a HAS, pode surgir como um fator complicador, reduzindo drasticamente aqualidade de vida destes indivíduos.
Um problema é que a maioria dos idosos tem alguma resistência para tomar medicamentos com regularidade e isso acaba acarretando grandes prejuízos a saúde pública devido a internações por crises hipertensivas e conseqüentemente por acidente vascular cerebral (AVC), diminuindo a qualidade de vida deles.
Segundo Mendes (2008) as elevações da pressão sanguínea sãoobservadas durante o cilco da vida, nas pessoas com mais de 60 anos, a prevalência de desenvolver HAS, é de 60%. Com o envelhecimento, ocorrem alterações na anatomia e fisiologia cardiovascular, mesmo na ausência de doença, que fazem aumentar a prevalência de pressão sanguínea elevada, lembrando que isso também é ligado a seus hábitos alimentares.
A insuficiência cardíaca é a principal causa dehospitalização entre as doenças cardiovasculares, sendo duas vezes mais freqüentes que o AVC.
Costardi (2004) aborda que com o progredir da idade, os níveis pressóricos diastólicos perdem progressivamente o sue impacto sobre a mortalidade cardiovascular, o processo de envelhecimento se acompanha de elevação progressiva da pressão sistólica secundária ao enrijecimento da parede das artérias. Antes deconstituir-se em um processo benigno vinculado ao envelhecimento natural, o desenvolvimento da HAS nas faixas etárias avançadas é um determinante isolado de risco de eventos cardiovasculares.
Concluímos que a medida que a pessoa envelhece há maior probabilidade de ser tornar hipertenso do que em faixas inferiores, não considerando os outros fatores predisponentes e sim só a idade.
Hádificuldades em se definir os níveis de PA para indivíduos acima de 60 anos, embora haja tendência de aumento da PA com a idade, níveis de PAS>140mmHg e/ou de PAD > 90mmHg NÃO DEVEM SER CONSIDERADOS FISIOLÓGICOS PARA IDOSOS. A OMS com base em diversos estudos estabeleceu que o idoso é considerado hipertenso quando apresenta Pressão Arterial Sistólica (PAS) = 160mmHg e/ou Pressão Arterial Diastólica(PAD) = a 90mmHg (BARBOSA et al., 2006.)
FATORES DE RISCO
A HAS é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e renais (insuficiência cardíaca, coronariana, AVE e insuficiência renal), as seqüelas deixadas pelo acometimento de algum órgão alvo (coração, rins, cérebro, olhos, vãos e artérias) devido a não adesão ao tratamento acarretam na piora da...
tracking img