Insuficiência renal

Páginas: 17 (4188 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2011
artigo original | original artiCle
Insuficiência renal aguda nefrotóxica: prevalência, evolução clínica e desfecho
Nephrotoxic acute renal failure: prevalence, clinical course and outcome

Autores Patrícia s. Pinto1 Moisés carminatti1 thiago Lacet2 Dominique F. rodrigues2 Luiza o. Nogueira2 Marcus G. Bastos3 Natália Fernandes4
1 2

Resumo

Fundação IMePeN

universidade Federal de Juizde Fora Disciplina de Nefrologia da universidade Federal de Juiz de Fora e Fundação IMePeN universidade Federal de Juiz de Fora e Fundação IMePeN

3

4

Data de submissão: 25/03/2009 Data de aprovação: 04/08/2009

Correspondência para: Natália Maria da silva Fernandes rua Jamil altaff, 132 Vale do Ipê, Juiz de Fora/MG ceP: 36035-380 tel: (32) 3231-6319 Declaramos a inexistência deconflitos de interesse.

Introdução: A insuficiência renal aguda (IRA) nefrotóxica é frequente e importante causa de morbimortalidade. Objetivo: Avaliar a prevalência, o curso clínico e o desfecho da IRA nefrotóxica. Pacientes e Métodos: Coorte histórica realizada em um hospital de ensino terciário, no período de fevereiro a novembro de 1997. Foram incluídos pacientes acima de 12 anos, com diagnósticode IRA, acompanhados pela equipe de Interconsulta de Nefrologia. Foram excluídos transplantados renais, portadores de insuficiência renal crônica, dialisados por intoxicação exógena e aqueles transferidos de hospital durante o tratamento. Resultados: Dos 234 pacientes acompanhados, 12% apresentaram IRA nefrotóxica e 24%, IRA multifatorial associada ao uso de drogas nefrotóxicas. Entre ascomorbidades mais prevalentes, estão hipertensão arterial, hepatopatias, neoplasias, insuficiência cardíaca congestiva e diabetes mellitus. Quinze por cento necessitaram de diálise, e o tipo mais frequentemente usado foi hemodiálise venovenosa contínua; 42% eram oligúricos, 44,7% evoluíram para óbito e 33% recuperaram a função renal. Antibióticos, AINH e contraste radiológico foram as drogas nefrotóxicasmais prevalentes. Os medicamentos nefrotóxicos implicados foram, em ordem de frequência, vancomicina, aminoglicosídeos, aciclovir, quimioterápicos e contraste radiológico. Hepatopatia foi a única variável com significância estatística (p = 0,03, IC = 1,08 a 6,49) em análise multivariada. Na comparação entre IRA nefrotóxica e não nefrotóxica, houve aumento da mortalidade proporcionalmente aos dias deinternação. Conclusão: IRA nefrotóxica é frequente, grave e deve ser continuamente monitorada, tanto ambulatorialmente quanto no ambiente intra-hospitalar. Palavras-chave: insuficiência renal aguda, nefrotóxica, epidemiologia.
[J Bras Nefrol 2009;31(3):183-189]©Elsevier Editora Ltda.

AbstRAct
Introduction: Nephrotoxic acute renal failure (ARF) is a frequent and important cause of morbidityand mortality. Objective: To assess the prevalence, clinical course, and outcome of nephrotoxic ARF. Patients and Methods: Historical cohort carried out in a tertiary school hospital from February to November, 1997. Patients over 12 years of age, diagnosed with ARF, and followed up by a team of nephrologists were included. The exclusion criteria were as follows: renal transplantation, chronic renalfailure, dialysis due to exogenous poisoning, and those transferred to hospital during treatment. Results: Of the 234 patients followed up, 12% had nephrotoxic ARF and 24% multifactorial ARF associated with the use of nephrotoxic drugs. The most prevalent comorbidities were as follows: hypertension, hepatopathy, neoplasias, congestive heart failure, and diabetes mellitus. Fifteen percent of thepatients required dialysis, and the most commonly used type was continuous venovenous hemodialysis; 42% of the patients were oliguric; 44.7% died; and 33% recovered renal function. The most prevalent nephrotoxic drugs were antibiotics, nonsteroidal anti-inflammatory drugs, and radiographical contrast media. In order of frequency, the nephrotoxic drugs were as follows: vancomycin, aminoglycosides,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Insuficiencia Renal
  • Insuficiência Renal
  • Insuficiência Renal
  • insuficiencia renal
  • Insuficiencia renal
  • Insuficiencia Renal
  • Insuficiencia renal
  • Insuficiencia Renal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!