Instrumentos opticos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1528 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto de Física UFG
INSTRUMENTOS ÓPTICOS


Aluna: Denise Pereira dos Santos Matricula: 115427
Aluno: Wilson Nogueira Matricula: 115862
Professor: Ladir C. da Silva
Data de Execução: 01/02/2013.
Data de entrega: 08/02/2013
Curso: Licenciatura em Física

INSTRUMENTOS ÓPTICOS

Denise Pereira dos Santos1
Wilson Nogueira2

1Universidade Federal de Goiás/Institutode Física/Licenciatura em Física, denisefísica@oi.com.br
2Universidade Federal de Goiás/Instituto de Física/Licenciatura em Física, wilsonnog@yahoo.com.br

Resumo
Este relatório mostra os procedimentos e resultados do experimento de Instrumentos Ópticos. Especificamente tratou-se de obter experimentalmente a ampliação para uma dada combinação de lentes objetivas e oculares em um microscópiocomposto e medir a ampliação de um telescópio.
Palavras-chave: Microscópio, Telescópio, Lentes Objetivas, Lentes Oculares.
Introdução
O experimento de Instrumentos Ópticos objetivou medir a ampliação para uma dada combinação de lentes objetivas e oculares em um microscópio composto, medir a distancia para uma rede de difração e medir a ampliação de um telescópio. Conforme dados da apostila deLaboratório de Física IV (CÁSSIA, 2012, p. 37).
Um microscópio composto é um instrumento óptico formado fundamentalmente por um tubo delimitado nas suas extremidades por lentes esféricas convergentes, formando uma associação de lentes. A lente mais próxima do objeto observado é chamada objetiva e é uma lente com distância focal na ordem de milímetros. A lente próxima ao observador échamada ocular e é uma lente com distância focal na ordem de centímetros. O funcionamento de um microscópio composto é bastante simples. A objetiva fornece uma imagem real, invertida e maior que o objeto. Esta imagem funciona como objeto para o ocular, que funciona como uma lupa, fornecendo uma imagem final virtual, direta e maior. Ou seja, o objeto é aumentado duplamente, fazendo com que se possa observarobjetos muito pequenos.

Figura 1: Representação esquemática de um microscópio composto.
Como mostra a figura 1 o objeto é sempre colocado próximo do foco da objetiva, sendo a distância p1 ≅ f1 com boa aproximação. A imagem I’ se forma muito perto do foco da ocular e como sua distância focal é pequena, p’1 ≅ b, isto é, a imagem I’ se forma a uma distância da objetiva aproximadamente igual aocomprimento do tubo do microscópio, convencionado para ter b = 16,0 cm. O aumento da objetiva pode ser dado por:
M1=-bf1 (1).
O observador vê a imagem I do objeto O (da ocular) na distância mínima de visão distinta, que é aproximadamente 25 cm. Então p’2 ≅ -25 cm. O sinal “menos” significa que a imagem I évirtual e direita em relação ao objeto O (da ocular). O aumento da ocular é dado por:
M2=25f2 (2).
O aumento experimental ME será obtido pelo produto dos aumentos da objetiva e da ocular, expressos em função dos tamanhos de objeto e de imagem:
ME=M1M2(3).
Um telescópio é um instrumento que amplia o ângulo visual do objeto remoto, ou seja, aumenta o diâmetro angular dos objetos observados dando a impressão que estão mais próximos de nós. Muitos imaginam que o aumento é a característica mais importante dos telescópios e quanto maior essa característica melhor será o instrumento. Isto não éverdade, pois cada telescópio possui um limite máximo de aumento e o que determina este limite é o diâmetro de sua objetiva ou espelho.
Na figura 2 representa-se, genericamente, um telescópio. A imagem real I’, de um objeto de tamanho O, é produzida por uma objetiva de distância focal f1. Esta imagem real I’ será considerada como objeto para a ocular de distância focal f2, produzindo então uma...
tracking img