Inglaterra: origens, welfare state e politica social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3494 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INGLATERRA: ORIGENS, WELFARE STATE E POLÍTICA SOCIAL.


Amanda Cardoso da Silva*
Danusa Arielly Cunha e Sousa*
Dinara Maria Soares de Sousa*
Érica Mourato Gomes*
Érica Suenne Leite Alcântara*
Roberta Silva Lira*


RESUMO

O presente trabalho é a busca de uma analise mais aprofundada de como se deu o processo de emergência e desenvolvimento do Welfare State na Inglaterra,além de situar geográfica e historicamente o país e caracterizar o sistema de proteção social de acordo com as teorias propostas por T. H. Marshall e Esping-Andersen. Para a realização satisfatória dessa analise fizeram-se necessárias, portanto a pesquisa de maiores informações por meio de leituras de livros, artigos disponíveis na internet e discussões feitas em sala de aula.

PALAVRAS-CHAVES:Welfare State, Inglaterra, Política Social.


INTRODUÇÃO


Tido como um fenômeno do século XX, o Welfare State pode ser definido segundo Marta Arretche como um conjunto articulado de programas de proteção social que asseguram o direito à aposentadoria, habitação, educação, saúde e etc. A política do Welfare State se desenvolveu primeiramente em um conjunto de países capitalistasdesenvolvidos, dentre estes países está à Inglaterra.
Muitos autores buscaram explicar a origem e o desenvolvimento do Welfare State, no caso inglês utilizaremos as idéias desenvolvidas por T. H. Marshall e Esping-Andersen, segundo eles as políticas sociais surgiram devido às demandas da pobreza assim estabelecendo um acordo entre as classes, trabalhadora e capitalista. A razão para osurgimento dessas medidas está no impulso dado à sociedade inglesa pelo advento da industrialização que para Marshall foram de extrema importância para que no século XX o Estado inglês estivesse preparado para garantir o bem-estar dos seus cidadãos.
O objetivo central desse trabalho é mostrar como o Welfare State inglês se desenvolveu e quais as características desse sistema de proteção social,tendo por base os estudos desenvolvidos por Marshall e Esping-Andersen. Para a realização desse estudo foi necessárias além das discussões em sala de aula, a pesquisa de livros e artigos relacionados ao tema.


1 – ORIGEM, APOGEU E DECLÍNIO.


O nome Inglaterra é derivado do inglês antigo “Englaland” que significa “terra dos Anglos”. Os Anglos foram uma das tribos germânicas, quedominaram e se instalaram no território inglês durante os séculos V e VI, na Baixa Idade Média. Durante esse período a sociedade era organizada de acordo com as tribos, totalizando 20 tribos ocupando a área.
Tomada por Guilherme, o Conquistador, soberano feudal, Duque da Normandia, colônia francesa, a Inglaterra concebeu o feudalismo e assim nobres franceses instalaram-se na terra e nopoder.


[...] sob a chefia do rei Guilherme, os normandos franceses conquistaram a região e, assim, instituíram o fim da hegemonia anglo-saxônica no território. Com isso, a Bretanha foi divida em condados a serem distribuídos aos militares que venceram o conflito.
Essa divisão de terras marcou a instalação das práticas feudalizantes que já tomavam grande partedo território europeu. Entretanto, no século XII, a ascensão da dinastia Plantageneta alterou o quadro político presente com o emprego de ações que contribuiriam para a centralização política da Bretanha. (SOUSA)


No período compreendido como Idade Média o país passou por mudanças significativas no comércio, legislação e na política enfrentando a França em alguns conflitos históricoscomo A Guerra dos Cem Anos. A Inglaterra sofreu também com a Peste Negra que dizimou metade dos seus habitantes no século XIV.
Porém, foi na Idade Moderna que a Inglaterra experimentou um breve período republicano, período este que favoreceu o desenvolvimento da economia e proporcionou a criação da Marinha Inglesa. Essas ações culminaram na chamada Revolução Industrial, reflexo das...
tracking img