Informatica e ética

Páginas: 6 (1428 palavras) Publicado: 17 de março de 2011
* A ambivalência empresarial
* Estudo de caso – ROCHE
* A moral da parcialidade
* Exemplo de parcialidade
* O imaginário em transição
* A moral da parceria
* Exemplo – Moral da parceria
A ambivalência empresarial
Podemos utilizar a palavra ambivalência no cenário competitivo atual considerando que o poder não pertence mais as grandes organizações. Hoje, os pequenosempresários e acionistas e até mesmo os clientes podem se organizar e utilizar diversos canais (abaixo-assinado, passeatas, piquetes, lobbies, etc.) para manisfestar sua satisfação ou insatisfação com determinado produto/ serviço. Esta definição no entanto perde sentido em economias estatais, oligopolistas ou de países autoritários (o Estado anula a manifestação). Nos dias atuais, hápreocupações à vista: A concentração do capital abarca o planeta, lembrando o que já ocorreu nos contextos nacionais. Se o processo de fusões, incorporações e aquisições de empresas continuar nesse ritimo , ou ganhar maior impulso sem que haja alguma forma de preservar a competição, os mercados podem inclinar-se para a formação de cartéis mundiais. Aí, o poder de fogo dos stake holders acabará sendosubstancialmente reduzido, notadamente se as liberdades democráticas perderem também eficácia. Afinal, o enfraquecimento dos Estados nacionais, que o processo de globalização enseja, não é uma tendência menor.
Estudo de Caso – ROCHE
Devido a prática do cartel no fornecimento do ácido cítrico (uma das principais substâncias utilizadas no mundo moderno) a empresa foi obrigada a desembolsar aquantida de aproximadamente 1 Bilhão de dólares em multas. Essas multas foram impostas basicamente pela Comunidade Européia, Bruxelas e USA. Podemos perceber ainda que a prática de junção das empresas como fusões, cada vez é mais frequente, o que minimiza/ limita as ações dos stakeholders.
Em contrapartida, as novas tecnologias aumentam a competição e concorrência (reduzindo preços de bens eserviços). O mundo saiu de um estado tecnologicamente estático e passou a ser dinâmico. Devido a esta situação, uma vigilância ininterrupta se faz necessária, principalmente pelas grandes potências como os USA e União Européia. O poder das empresas sobre os stakeholders está diretamente ligado ao capital das organizações (chamado comumente de ``cacife´´).  
* Da mesma formaque as organizações, os stakeholders com maior poder também são os de maior importância a organização. Podemos listá-los da seguinte forma:
1. Por motivos óbvios, os acionistas.
2. Clientes (público alvo)
3. Gestores (posição chave)
4. Trabalhadores.
* Para os empresários, eles são divididos basicamente em duas classes:
1. Primeiro pelotão: não vale a pena manipular,devido aos riscos envolvidos ao negócio.
2. Segundo pelotão: riscos calculados, podem ser lançados uns contra os outros, enredados em manobras (empresas se aproveitam de brechas para obter vantagens neste segundo pelotão).
Desta forma, age-se idoneidade com relação aos primeiros, não só para obedecer a algum código moral, mas principalmente por estratégia empresarial, tudo a partir da ética daresponsabilidade. Quanto aos segundos, as empresas se valem das brechas existentes na lei ou de sua fraca articulação para extrair desses stakeholders o máximo de vantagens. Neste último caso, as empresas lançam mão da moral do oportunisno com tal recorrência que sedimentam uma moral microssocial .

A moral da parcialidade
Discurso anti-ético e hipócrita que parte dos seguintes pressupostos:Confere à venalidade o estatuto de "lubrificante indispensável ao mundo dos negócios e de manter a cooperativa no páreo legal"; "um pouco de desonestidade faz as coisas acontecerem"; Encontra semelhança na famosa fórmula do populismo brasileiro do "rouba, mas faz", que implicitamente, absolve o político salafrário, enquanto generaliza a falta de caráter das autoridades em geral.
É proferido...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Etica e informatica
  • Ética na informática
  • Informática e ética
  • Informatica com Etica
  • A ética da informática
  • Etica da Informatica
  • Informatica e etica
  • etica na informatica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!