Influenza e tuberculose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1528 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
IAES – Instituto Amazônia de Ensino Superior
Faculdade de Odontologia do Amazonas

Influenza e Tuberculose

Manaus – Junho/2012
IAES – instituto Amazônia de Ensino Superior
IAES – Instituto Amazônia de Ensino Superior
Faculdade de Odontologia do Amazonas

Influenza e Tuberculose

Mario Jorge Junior
Kássia Veras
Kyssia Cirne
Suze Helena
Suely Matos Leão
Eliezio-------------------------------------------------
Trabalho elaborado para obtenção de nota na disciplina de Fisiologia, ministrada pelo professor Mauricio Veloso, na Faculdade de Odontologia do Amazonas.

Manaus – Junho/2012

SUMÁRIO

Introdução 04
Capítulo I – Influenza 05
1. Medidas preventivasCapítulo II – Tuberculose 08
Conclusão
Apêndice e Anexos

INTRODUÇÃO

Os vírus infecto contagiosos tem sido um problema que assola as sociedades a muito tempo. Esses problemas de ordem coletiva são em torno de doenças que causaram muitas mortes em grande escala como a tuberculose e a influenza, há exemplo de que; “Agripe asiática, em 1957, se espalhou pelo mundo em seis meses e matou cerca de um milhão de pessoas”.
Contudo não somente esses fatores sociais de mortalidade dessas doenças foram relevantes na criação de soluções sorológicas, mas as condições sociais de incidência das mesmas. A relação entre o meio ambiente e aquisição de doenças também foi de suma importância.
A abordagem de como essaspatologias se comportam no organismo humano, vai ser abordado e elucidado, essas interações mostram como diagnosticar, prevenir , tratar e também como manter os cuidados devidos com o meio ambiente visto que os vetores de transmissão delas são de muito difícil contenção.

Capítulo I

Também conhecida como gripe , a influenza é uma infecção do sistema respiratório cuja principal complicação são aspneumonias, que são responsáveis por um grande número de internações hospitalares no País. A doença inicia-se com febre alta, em geral acima de 38ºC, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias.
Os sintomas respiratórios como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-seem geral por três a quatro dias após o desaparecimento da febre. É uma doença muito comum em todo o mundo, sendo possível uma pessoa adquirir influenza várias vezes ao longo de sua vida. É também frequentemente confundida com outras viroses respiratórias, por isso o seu diagnóstico de certeza só é feito mediante exame laboratorial específico.

Medidas Preventivas
No Brasil hoje o Governo veminvestimento em saúde e tem formulado politicas publicas voltadas a prevenção da gripe.Brasil reforça rede de alerta contra ameaça de gripe pandêmica o Ministério da Saúde inaugurou 14 unidades sentinelas que auxiliarão no alerta caso haja diagnóstico de gripe aviária na população brasileira. Com essas instalações colocadas em funcionamento neste semestre, a rede agora conta um total de 66 pontos dedetecção, que estão espalhadas por 20 Estados e no Distrito Federal (veja abaixo os locais em funcionamento). Além disso, o ministério tem meta de, em 2006, implantar o serviço também no Mato Grosso, Maranhão, Piauí, Acre, Amapá e Rondônia.
O projeto das unidades sentinelas começou a ser implementado em 2000, mas com a ameaça de uma epidemia mundial, os esforços estão sendo intensificados. Oministro Saraiva Felipe (Saúde) está levando para o Canadá esse e outros exemplos de como Brasil vem se antecipando a uma possível crise. Ele participa na próxima semana de um congresso para ministros da saúde, cujo objetivo traçar uma estratégia internacional de prevenção e de atuação caso se verifique a transmissão entre humanos do vírus.
As sentinelas são hospitais, postos de saúde e...
tracking img