Influencia do positivismo no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (473 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Quando, no século XIX, Auguste Comte elaborou o Positivismo, talvez jamais tenha pensado que não a Europa, mas um país sul-americano é que viria ser o solo fértil aonde germinariam as suas idéias.Foi durante o chamado Segundo Império, isto é, por volta de 1850 que as idéias positivistas chegaram ao Brasil, trazidas por brasileiros que foram completar seus estudos na França, tendo mesmo algunssido aluno de Auguste Comte.

Foi no Rio de Janeiro, entre o final do Império e a República que o Positivismo foi mais notável no Brasil, desempenhando um papel central tanto no processo deAbolição da Escravatura quanto no de Proclamação da República no Brasil, destacando-se o coronel Benjamim Constant ( que, depois, foi homenageado como o epíteto de “Fundador da República Brasileira”

Opositivismo influenciou especialmente a alta oficialidade do exército e algumas camadas da burguesia brasileira, que se empenharam no movimento republicano no final do século XIX. Em determinado momento.Toda a alta oficialidade havia virado as costas ao imperador D Pedro II, acreditando que eles eram os únicos preparados para governar o país de forma eficiente. Apesar de unidos pela mesma causa, osmilitares, a burguesia e os intelectuais brasileiros se desentendem após a proclamação da república, já que os, militares tinham essa visão (positivista) de que eram os mais preparados para governar.Pois é no Brasil republicano que essas ideias são incorporadas nos corações e mentes do povo brasileiro.

Ao fazer uso do lema “ordem e progresso” os republicanos e bem mais a frente os militaresque toma o poder a partir de 1964 colocavam à população brasileira que para haver progresso seria necessário ter a “ordem”, ou seja, todos deveriam respeitar e aceitar as regra imposta pelo governo,qualquer protesto era visto como sinal de contrariedade ao progresso brasileiro.

No regime militar (1964/1984) caberia ao estado manter a “ordem interna a qualquer peço”, mesmo que para isso...
tracking img