Influencia do latim na lingua portuguesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2211 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A influência do latim na língua portuguesa

O latim teve seu inicio por volta do século VIII a. C, na península itálica, precisamente onde mais tarde foi fundada a cidade de Roma; pelas legiões romanas que impuseram sua língua para os povos conquistados. No entanto há teóricos que afirmam haver registros da língua latina que são datados desde o século XI e VI a. C, nos quais já se utilizavaresquícios desta língua, tratando-se de antigas inscrições. No entanto bem opostas as que chegaram a séculos posteriores.
O latim é de fundamental importância no estudo da língua portuguesa, sendo que o português é oriundo do latim vulgar; (sermo vulgaris) sendo este falado pelas pessoas de classes inferiores, enquanto o latim clássico (sermo litterarius) falado somente pela elite romana, estadivisão do latim ocorreu devido a expansão marítima romana e que conseguiu espalhar mundo à fora a língua românica. Contudo, o expansionismo territorial, que levou os romanos a terem contato com outros povos, outras etnias, remete-nos a idéia de que foi essencial para enriquecimento de sua cultura latina. É importante frizar que o povo de maior influência na cultura romana foi o Grego, visto que, asrelações entre essas sociedades exaltaram as manifestações culturais romanas, isto porque Grécia era mais desenvolvida que Roma tanto no aspecto político-social quanto cultural. E a partir daí houve a valorização do culto das coisas do espírito, e com isso, deu-se o inicio ao estudo da filosofia, das letras, belas artes, evidenciando assim a literatura latina e contribuindo para o desenvolvimento daliteratura universal.
O português desenvolveu-se na parte ocidental da Península Ibérica do latim falado trazido pelos soldados romanos desde o século III a.C.. A língua começou a diferenciar-se das outras línguas românicas depois da queda do Império Romano e das invasões bárbaras no século V. Começou a ser usada em documentos escritos cerca do século IX, e no século XV já se tinha tornado umalíngua com uma literatura rica.

Colonização romana

Em 218 C., os romanos conquistaram a parte ocidental da Península Ibérica, composta principalmente pelas províncias romanas de Lusitânia e Galécia (atualmente, essa região compreende as regiões centro-sul de Portugal e a recentementeconstituída euro-região Galiza-Norte de Portugal). Trouxeram com eles uma versão popular do Latim, o Latim Vulgar, do qual se acredita que todas as línguas latinas descendam e que contribuiu com cerca de 90% do léxico do português. Embora a população da Península Ibérica tenha se estabelecido muito antes da colonização romana, poucos traços das línguas nativas persistiram no português moderno. Os únicosvestígios das línguas anteriores permanecem numa parte reduzida do léxico e na toponímia da Galiza e Portugal.

O despertar da língua portuguesa

Os registos mais antigos de uma língua portuguesa distinta aparecem em documentos administrativos do século IX, mas com muitas frases em latim à mistura.
Entre os séculos XIV eXVI, com os descobrimentos portugueses, a língua portuguesa espalhou-se por muitas regiões da Ásia, África e América. Pelo século XVI tornou-se uma "Língua Franca" na Ásia e África, usada não só pela administração colonial e comércio, mas também para comunicação entre os oficiais locais e os europeus de todas as nacionalidades. No Ceilão (actual Sri Lanka) vários reis se tornaram falantes deportuguês fluente, e os nobres normalmente adquiriram nomes portugueses. O alastramento da língua foi ajudado por casamentos mistos entre portugueses e as gentes locais (algo muito comum também noutras zonas do mundo), e a sua associação com os esforços missionários católicos que levaram a que a língua fosse chamada de "Cristão" em muitos locais. A língua continuou popular mesmo com várias medidas...
tracking img