Infertilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1287 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Madalena Azevedo nº 12
João Gomes nº 22
12º B

Infertilidade

Índice
O que é a infertilidade? 3
Infertilidade masculina 4
Causas da infertilidade 4
Procedimentos clínicos para o tratamento 5
Exames para determinar as causas de infertilidade 7
Infertilidade Feminina 8
Causa da infertilidade 8
Procedimentos clínicos para o tratamento 9
Exames para determinar as causas deinfertilidade 10
Bibliografia 11

O que é a infertilidade?

A infertilidade é uma incapacidade temporária ou permanente em conceber um filho e em levar a termo uma gravidez até ao parto. É um problema comum que ataca homens e mulheres, proveniente de motivos internos ou de contributos inconscientes do ser humano.
Considera-se que existe um problema de infertilidade quando o casal tem relaçõessexuais, regularmente sem utilizar contracepção durante o período de 1-2 anos, sem que ocorra uma gravidez.
No entanto, isso não significa que ela não possa ocorrer naturalmente após esse período ou recorrendo a técnicas específicas, uma vez que a infertilidade total, ou esterilidade, é uma situação rara.

Infertilidade masculina

Causas da infertilidade

A infertilidade no homem temorigem em problemas de oligospermia, isto é, a produção insuficiente de espermatozóides; em problemas de azoospermia, em que não há produção de espermatozóides, (é de referir que o número médio de espermatozóides por ml no esperma é de 120 000 000 e caso existam menos de 20 000 000 espermatozóides por ml estamos perante um caso de infertilidade); na produção de espermatozóides de fraca qualidade, comanomalias ou sem mobilidade; na gametogénese anormal; ou se espermatozóide é incapaz de fecundar o gâmeta feminino.
A infertilidade masculina, pode ter origem noutras causas entres as quais se destacam:
* Dificuldades na relação sexual;
* Vasectomia;
* Disfunção sexual;
* Problemas endócrinos como hipopituitarismo e síndrome de Cushing;
* Problemas testiculares como asíndrome de Klinefelter e atrofia das células germinais;
* Problemas testiculares adquiridos como orquite viral, infecção por Mycoplasma, exposição a drogas;
* Problemas no transporte de esperma, como a obstrução dos epidídimos ou dos canais deferentes e cancro da próstata.

Procedimentos clínicos para o tratamento

Existem vários procedimentos clínicos para o tratamento da infertilidademasculina, de entre os quais se destacam os seguintes:

* Estilo de vida saudável: ter uma vida regular e equilibrada, sem grande stress, sem fumar nem consumir drogas e bebidas alcoólicas pode muitas vezes ajudar à melhoria da qualidade de esperma;

* Tratamento com FSH, GnRH: em casos em que a produção deficiente de espermatozóides é devida à deficiência de FSH (hipogonadismohipogonadotrófico), podem-se administrar hormonas que ajudam à função hormonal do testículo e assim aumentar a produção de espermatozóides;

* Tratamento com Clomifeno: este medicamento actua ao nível do cérebro bloqueando os receptores de estrogéneos (derivados também da testosterona) que travariam o funcionamento das glândulas. Bloqueando o efeito negativo, aumentam a produção de hormonasestimulantes do testículo, da testosterona e assim a produção de esperma;

* Suplementos vitamínicos: podem ajudar alguns processos da formação de espermatozóides mas não têm um efeito grande na resolução dos problemas de infertilidade;

* Tratamento cirúrgico dos varicocelos: varicocelos são dilatações das veias dos testículos. Nos homens em que se considere que o varicocelo pode contribuir paraa infertilidade, deve ser corrigido cirurgicamente por ligação das veias dilatadas;

* Re-anastomose dos canais ejaculatórios após vasectomia: por vezes é possível proceder-se à ligação dos canais espermáticos que foram cortados durante uma esterilização por vasectomia;

* Inseminação artificial intra-uterina: se já passaram mais de dois anos de infertilidade e há alterações ligeiras...
tracking img