Infeccao hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2794 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
* INTRODUCAO
Considerando as infecções hospitalares constituem risco significativo à saúde dos usuários dos hospitais, e sua prevenção e controle envolvem medidas de qualificação da assistência hospitalar, de vigilância sanitária e outras, tomadas no âmbito do Estado, do Município e de cada hospital, atinentes ao seu funcionamento. Visando o conforto dos profissionais e usuários deste sistema,buscaremos apresentar normas, técnicas e leis a serem cumpridas para facilitar o trabalho e trazer melhoras na área hospitalar. Deste modo diminuindo os casos de infecções nestes locais.

* DEFINIÇÃO
Infecção hospitalar é toda infecção adquirida dentro de um ambiente relacionado à saúde (hospitais, unidades básicas, asilos). A maioria das infecções hospitalares é de origem endógena, isto é,são causadas por microrganismos do próprio paciente.
Isto pode ocorrer por fatores inerentes ao próprio paciente, exemplos disso, são paciente portador de diabetes, obesidade, imunossupressão, tabagista ou pelo fato de, durante a hospitalização, o paciente ser submetido a procedimentos invasivos diagnósticos ou terapêuticos podendo ser; cateteres vasculares, sondas vesicais, ventilação mecânica,entre outros. As infecções hospitalares de origem exógena geralmente são transmitidas pelas mãos dos profissionais de saúde ou outras pessoas que entrem em contato com o paciente.
No Brasil, para reduzir os riscos de ocorrência de infecção hospitalar, um hospital deve constituir uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), que é responsável por uma série de medidas como o incentivo dacorreta higienização das mãos dos profissioanis de saúde; o controle do uso de antimicrobianos, a fiscalização da limpeza e desinfecção de artigos e superfícies, etc.

* TIPOS DE INFECÇÃO
* Infecção aérea – infecção microbiana adquirida através do ar e dos agentes infectantes nele contidos.
* Infecção critogénica – infecção de porta de entrada desconhecida.
* Infecção direta –infecção adquirida por contacto com um indivíduo doente.
* Infecção endógena – infecção devido a um microorganismo já existente no organismo, e que, por qualquer razão, se torna patogénico.
* Infecção exógena – infecção provocada por microorganismos provenientes do exterior.
* Infecção focal – infecção limitada a uma determinada região do organismo.
* Infecção indireta –infecção adquirida através da água, dos alimentos ou por outro agente infectante, e não de indivíduo para indivíduo.
* Infecção nosocomial – infecção adquirida em meio hospitalar.
* Infecção oportunista ou Oportunística – infecção que surge por diminuição das defesas orgânicas.
* Infecção puerperal – infecção surgida na mulher debilitada e com defesas diminuídas, logo após o parto.
*Infecção secundária – infecção consecutiva a outra e provocada por um microorganismo da mesma espécie.
* Infecção séptica ou Septicemia – infecção muito grave em que se verifica uma disseminação generalizada por todo o organismo dos agentes microorgânicos infecciosos.
* Infecção terminal – infecção muito grave que, em regra, é causa de morte.

* OS PRINCIPAIS TIPOS DE INFECÇÃO SÃO:* Infecções urinárias;

* Infecções cirúrgicas;

* Infecções respiratórias;

* Sepses (Infecções presentes no sangue).

* QUEM ESTÁ SOB MAIOR RISCO DE ADQUIRIR INFECÇÕES?
Os seguintes grupos de pessoas estão sob maior risco de adquirir infecções, independentemente de hospitalares ou comunitárias.
* Pessoas nos extremos das faixas etárias, ou seja, recém-nascidos eidosos. Os recém-nascidos por sua imunidade ainda não completamente desenvolvida e os idosos em função de que os diversos sistemas do organismo aos poucos vão reduzindo sua perfeita capacidade funcional.

* Pessoas com determinados tipos de doenças, como Diabéticos, Leucêmicos, pessoas com Câncer.

* Pessoas sob "Stress".

* Pessoas com necessidade de drogas imunossupressoras...
tracking img