Indice da qualidade do ar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1370 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Em meados do século XVIII com a Revolução Industrial na Inglaterra e no século XX no Brasil, o homem passou a conviver com a poluição e diversos outros tipos de degradação ambiental. O surgimento de máquinas a vapores, a queima do carvão mineral, lançavam na atmosfera grandes quantidades de poluentes, essas mudanças trouxeram uma série de problemas para a humanidade e para oambiente.

Preocupados com os impactos causados ao meio ambiente, o homem passou a exercer uma relação de proteção ao meio em que vivem e que tanto precisam para sua sobrevivência.

Em termos de poluição do ar, está associada a sérias conseqüências ambientais e na saúde. O Brasil tem melhora na qualidade do ar, porém continua com intensas atividades de desflorestamento e a utilização de queimadastanto em áreas rurais quanto nas cidades.

Este trabalho tem como objetivo apresentar o entendimento sobre a qualidade do ar local bem como os diversos poluentes atmosféricos.













1- Índice de Qualidade do Ar

Conforme a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler – RS (Fepam), o Índice de Qualidade do Ar (IQAr), tem como objetivo principal proporcionar àpopulação o entendimento sobre a qualidade do ar local, em relação a diversos poluentes atmosféricos amostrados nas estações de monitoramento. Sendo divulgados através de um boletim da qualidade do ar, das últimas 24 horas.

Ainda, segundo a Fepam, O Índice de Qualidade do Ar é uma ferramenta matemática utilizada para transformar as concentrações medidas dos diversos poluentes em um único valoradimensional que possibilita a comparação com os limites legais de concentração para os diversos poluentes (Padrões de Qualidade do Ar - PQAr).

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) especifica e define o que são os padrões de qualidade do ar:
Os padrões de qualidade do ar definem legalmente o limite máximo para a concentração de um poluente na atmosfera, que garanta a proteçãoda saúde e do meio ambiente. Os padrões de qualidade do ar são baseados em estudos científicos dos efeitos produzidos por poluentes específicos e são fixados em níveis que possam propiciar uma margem de segurança adequada.(COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO).


2-Tabela de Padrões e Classificação do Ar

Conforme a CETESB, para cada poluente medido é calculado um índice. Através doíndice obtido o ar recebe uma qualificação, que é uma espécie de nota.

A tabela abaixo apresenta as faixas de concentração dos poluentes e respectivas classificações, bem como as cores utilizadas para ilustrar os índices de qualidade do ar.





Qualidade Índice MP10
(µg/m3) O3
(µg/m3) CO
(ppm) NO2
(µg/m3) SO2
(µg/m3)

Boa 0 - 50 0 - 50 0 - 80 0 - 4,5 0 - 100 0 - 80Regular 51 - 100 50 - 150 80 - 160 4,5 - 9 100 - 320 80 - 365

Inadequada 101 - 199 150 - 250 160 - 200 9 - 15 320 - 1130 365 - 800

Má 200 - 299 250 - 420 200 - 800 15 - 30 1130 - 2260 800 - 1600

Péssima >299 >420 >800 >30 >2260 >1600




Tabela 01: Índice de Qualidade do ArFonte: Cetesb

Para efeito de divulgação utiliza-se o índice mais elevado, isto é, a qualidade do ar de uma estação é determinada pelo pior caso. Esta qualificação do ar está associada com efeitos sobre à saúde, independentemente do poluente em questão, conforme tabela abaixo:

Qualidade Índice Significado

Boa 0 - 50 Praticamente não há riscos à saúde.Regular 51 - 100 Pessoas de grupos sensíveis (crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias e cardíacas), podem apresentar sintomas como tosse seca e cansaço. A população, em geral, não é afetada.

Inadequada 101 - 199 Toda a população pode apresentar sintomas como tosse seca, cansaço, ardor nos olhos, nariz e garganta. Pessoas de grupos sensíveis (crianças, idosos e pessoas com...
tracking img