Incontrolabilidade sobre o meio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1538 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Daniela Barboza













INCONTROLABILIDADE SOBRE O MEIO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

























UNINOVE
São Paulo
2012

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo ressaltar a abordagem Análise Comportamental na incontrolabilidade e suas conseqüências. A incontrolabilidade produz alguns transtornos mentais, e foi através de encontrossemanais, leitura e discussões de artigos, pesquisas e apresentação de seminário, que aprendemos a importância do conhecimento da relação da analise do comportamento com a dimensão e aspectos que se tornam incontroláveis para o individuo.

O ciúme, de acordo com Nazaré Costa (2005) no artigo “Contribuições da Psicologia Evolutiva e da Analise do Comportamento a Cerca do Ciúme”, é relevante também noque se refere a falta de controle e que diante de uma ameaça da perda do seu reforçador que no caso é seu parceiro/parceira, sinaliza um ciúme patológico por sua incontrolabilidade.



Palavra chave: Ansiedade, depressão, incontrolabilidade, análise do comportamento, ciúme.



























Sumário

Introdução------------------------------------------------------------------------------------ 1

Objetivo -------------------------------------------------------------------------------------- 3

Justificativa ---------------------------------------------------------------------------------- 4

Método --------------------------------------------------------------------------------------- 5

Discussão------------------------------------------------------------------------------------ 6

Referencias Bibliográfica

































Introdução

O Estágio Básico I foi feita na abordagem de Análise do Comportamento sobre ansiedade e depressão

Foram passados alguns textos com a finalidade de abranger o conhecimento sobre a incontrolabilidade no artigo “Feliz pelo controle”, porexemplo, deixa claro a necessidade de uma habilidade que o individuo tem de manter sob controle seu destino. Descreve experimentos de foram feitos por Langer e Rodin (1976) que consiste na escolha de responsabilidade entre dois grupos com a finalidade perceber aspectos emocionais de cada grupo após suas escolhas. Dois grupos foram hospedados em uma casa de repouso sendo atendidos por enfermeiros quenão tinham conhecimento do procedimento da pesquisa, para um grupo foram estabelecidas condições de conforto que cada indivíduo tinha a liberdade de escolher o que seria conveniente para si e para o outro grupo foi estabelecido as mesmas condições de conforto mas sem a opção de escolha, embora essas condições fossem boas já estavam estabelecidas, independente dele querer ou não. Ao final doexperimento foi constatado que o grupo que tinha o controle de suas escolhas, era um grupo mais ativo e disposto a participarem de atividades, enquanto o outro grupo permaneceu sem muito ânimo para demais atividades, concluindo que o poder do controle é essencial para uma vida mais ativa e feliz.

De acordo com Seligmam e Maier (1967) no artigo “Aprendendo a Ficar Deprimido” fala de três modelosexperimentais, sendo o “grupo de fuga”, esse grupo podia terminar o choque que foi dado no experimento pressionando um painel com a cabeça, um segundo, “grupo de não-fuga”, recebia a mesma quantidade de choques que os outros, só que esses choques só se cessavam quando o painel era tocado pelo grupo de fuga, ou seja os choques eram aliviados mas não dependia deles e sim do comportamento do outro. Aprincípio o experimento foi feito somente com esses dois grupos de cães, concluindo que o grupo de fuga pressionava o painel até os choques terminarem totalmente, enquanto o segundo grupo tentou até certo ponto e depois desistiu. No terceiro modelo experimental todos os cães foram testados de uma forma diferente, foram colocados em uma caixa onde recebiam os choques, mas com a possibilidade de fugir,...
tracking img