Inclusão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1929 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
CENTRO DE CIENCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO
DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS
LICENCIATURA EM MATEMATICA
EDUCAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL

CLAUDEMIR FIDELES BEZERRA JUNIOR
EDILSON PEREIRA

AS POSSIBILIDADES E/OU LIMITAÇÕES DE SISTEMATIZAÇÃO DAS AÇÕES DIDATICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM TRABALHO PEDAGÓGICO NA PERSPECTIVA DA DIVERSIDA CULTURAL

Rio Tinto-PB
2011AS POSSIBILIDADES E/OU LIMITAÇÕES DE SISTEMATIZAÇÃO DAS AÇÕES DIDATICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM TRABALHO PEDAGÓGICO NA PERSPECTIVA DA DIVERSIDA CULTURAL

CLAUDEMIR FIDELES BEZERRA JUNIOR
EDILSON PEREIRA

Paper apresentado à disciplina: Educação e Inclusão Social, referente à 2ª. Avaliação da unidade III, conforme o período 2011.1, sob a orientação da Profa. Dra. Sônia Maria Cândido daSilva.

Rio Tinto-PB
2011
AS POSSIBILIDADES E/OU LIMITAÇÕES DE SISTEMATIZAÇÃO DAS AÇÕES DIDATICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM TRABALHO PEDAGÓGICO NA PERSPECTIVA DA DIVERSIDA CULTURAL

1. INTRODUÇÃO
A proposta da sociedade contemporânea leva os profissionais e autoridades relacionadas e envolvidas com a educação, a necessidade cada vez mais urgente de promover uma educação queultrapasse o etocentrismo. Como já dizia; (CANDAU etal, 2000ª, p.14), que a cultura escolar está impregnada pela perspectiva do comum, do aluno padrão, do “aqui todos são iguais”. No entanto, as escolas estão cada vez mais desafiadas a enfrentar os problemas decorrentes das diferenças e da pluralidade de cultura, étnica, social, religiosa, entre outros, de seus sujeitos e atores. As politicas públicasexistem setor que demonstram uma urgência na implantação de uma educação escolar voltada para a diversidade cultural.
O objetivo é a superação do caráter monocultural da educação escolar em direção ao multi/interculturalismo, caso contrario pressupões que todos compartilham igualmente de uma mesma cultura, ignorando não levando em conta as diferenças culturais e reforçando as desigualdades sociais.Dentro desse contexto é notório e peculiar o multi/interculturalismo é uma dimensão fundamental no processo de ensino e aprendizagem.
Diante da possibilidade de romper com um paradigma de educação que exclui, corrompe identidades e ignora diferenças e, visando a organização de um currículo que incorpore os múltiplos modelos culturais trazidos à escola pelos seus alunos, é que temos urgência nanecessidade da organização pedagógica numa perspectiva multi/intercultural. Devemos pensar além de uma oposição entre o multiculturalismo e o interculturalismo. Entretanto, a sociedade brasileira possui uma grande diversidade cultural, sabemos que a educação é fundamental para a socialização do homem e sua humanização, porém vale salientar que esse processo é duradouro, ou seja, por toda à vida , acultura se renova e o homem faz a historia.
O homem existe – existere – no tempo. Está dentro. Está fora. Herda. Incorpora. Modifica. Porque não está preso a um tempo reduzido a um hoje permanente que o esmaga, emerge dele. Banha-se nele. Temporaliza-se. Na medida porém, em que faz essa imersão do tempo, libertando-se de sua unidimensionalidade, discernindo-a, suas relações com o mundo seimpregnam de um sentido conseqüente. Na verdade já é quase um lugar comum afirmar-se que a posição normal do homem no mundo, visto como não está apenas nele, mas com ele, não se esgota em mera passividade. Não se reduzindo tão somente a uma das dimensões de que participa – a natural e a cultural – da primeira, pelo seu aspecto biológico, da segunda, pelo seu poder criador, o homem pode ser eminentementeinterferidor. Sua ingerência senão quando distorcida e acidentalmente, não lhe permite ser um simples expectador, a quem não fosse lícito interferir sobre a realidade para modificá-la. Herdando a experiência adquirida, criando e recriando, integrando-se às condições de seu contexto, respondendo a seus desafios, objetivando-se a si próprio, discernindo, transcendendo, lança-se o homem num domínio...
tracking img